Publicidade
Manaus
Intenção de compras na páscoa

Comércio com expectativa de boas vendas na Páscoa

Consumidores pretendem gastar, em média R$ 80, no período, segundo a Fecomércio.  Vendas devem crescer até 4% 19/03/2013 às 07:07
Show 1
Setor de alimentos, como chocolates e pescados, é o que mais lucra com a Páscoa
Cinthia Guimarães Manaus

Mesmo em período de baixa expectativa de compras, o consumidor manauara tem dado sinais de otimismo, segundo relatório do Instituto Fecomércio de Pesquisas Empresariais do Amazonas para o mês de março, período de comemorações da Páscoa cristã.

O presidente em exercício da Fecomércio-AM, Aderson Frota, confirma a expectativa de recuperação do setor. Segundo ele, as vendas nessa Páscoa devem superar o movimento de 2012 em até 4%, em função da conjuntura econômica que tem melhorado.

Pesquisa

A média de gastos para a data ficará em torno de R$ 80, uma vez que a maioria (61%) pretende desembolsar entre R$ 51 a R$ 200 com presentes e compras de Páscoa. Dos 400 entrevistados ouvidos, 16% pretendem gastar até R$ 50, enquanto 0,3% dos consumidores devem gastar mais de R$ 500.

A data tem forte apelo comercial para o segmento alimentício, especialmente nas linhas de chocolate, peixes e guloseimas, segundo o Instituto Fecomércio.

Quanto à condição econômica, 68,5% acreditam que a situação financeira vai estar um pouco ou muito melhor daqui a seis meses; 29,5% relataram que permanecerá inalterada e 2,0% acreditam que estará um pouco ou muito pior do que a situação atual.

Em relação à expectativa do consumidor sobre a situação financeira da família para o próximo mês, os entrevistados continuam otimistas, pois 58,5% acreditam que a situação estará um pouco ou muito melhor, 41% acreditam que não haverá mudanças e apenas 0,5% acreditam que ficará pior.

No entanto, o consumidor está preocupado com a alta dos preços. A maioria (62,5%) dos entrevistados acredita que para o próximo mês eles estarão um pouco ou muito mais altos e 35,5% diz que a situa

A expectativa e compras segue a lógica das demais pesquisas do  Instituto Fecomércio. Em primeiro lugar, o consumidor leva em consideração a variedade de produtos (31,8%), seguido das promoções (24,5%), variedade de lojas (21%), localização  (14,8%), segurança (6,5%), climatização (4,3%) e estacionamento (2%).

As compras à vista no dinheiro ou débito automático são a principal forma de pagamento mais utilizada no comércio (57,8%), já os pagamentos por meio do cartão de crédito representaram 37,8% do total.

Entenda

A pesquisa de intenção de compras, elaborada pelo economista José Fernando Pereira da Silva, funciona como um termômetro sobre o comportamento do consumidor, levando em consideração suas condições econômicas atuais e suas expectativas quanto à situação futura da economia local.