Publicidade
Manaus
Cotidiano,Polícia,Assalto,Arrombamento,Igreja São João Batista, Colônia Antônio Aleixo

Comunitários de bairro da Zona Leste de Manaus debatem alternativas contra a violência

Os constantes ataques registrados na Colônia Antônio Aleixo, em escolas, unidades de saúde, comércios e residências, motivou a reunião 27/03/2012 às 14:43
Show 1
Participantes da reunião expuseram alternativas contra a violência no bairro, que serão apresentadas à SSP/AM
Síntia Maciel Manaus

A antecipação do Programa Ronda no Bairro será solicitada à Secretaria de Segurança Pública (SSP/AM), pela comunidade do bairro Colônia Antônio Aleixo, Zona Leste de Manaus.

A decisão foi uma das propostas apresentadas na manhã desta terça-feira (27) durante uma reunião entre moradores e lideranças do bairro, na igreja São João Batista, que há uma semana foi alvo de arrombamento, roubo e pichação.

Os constantes ataques verificados não só na igreja, bem como a escolas, unidades de saúde, comércios e residências, motivou a reunião.

“A violência envolve várias dimensões que não são apenas a social e econômica. Este encontro é uma forma da comunidade avaliar de que forma ela pode contribuir para que haja uma cultura de paz, e de que forma podemos combater os crimes que aqui ocorrem”, salienta o pároco da comunidade Nossa Senhora das Graças, padre Geraldo Bendaham, coordenador do evento.

Outra proposta exposta no encontro foi a divisão do bairro em seis áreas, nas quais serão trabalhadas em cada uma dimensões da vida sócio-cultural e econômica do bairro.

“A Colônia Antônio Aleixo é praticamente um município dentro de Manaus, e assim como qualquer outro lugar tem as suas peculiaridades”, observa o clérigo.

Uma outra reunião entre os moradores, líderes comunitários, e representantes de unidades educacionais e de saúde do bairro deve ser realizada no próximo dia 10 de abril, segundo o padre, e até o dia 13, as alternativas da comunidade devem ser repassadas à SSP/AM.