Publicidade
Manaus
CONCURSO PÚBLICO

Concurso do Tribunal Regional do Trabalho está na lista de investigados por fraude

Segundo dados da Fundação Carlos Chagas (FCC), o concurso para provimento de servidores do TRT 11 Região teve 76.872 inscritos 08/07/2017 às 13:49 - Atualizado em 08/07/2017 às 19:22
Show 1234202
(Foto: Arquivo AC)
acritica.com Manaus (AM)

O concurso do Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região (Amazonas e Roraima),  realizado pelo Fundação Carlos Chagas (FCC), no início deste ano,  é um dos certames suspeitos de fraude investigados pela Operação Gabarito da Polícia Civil (PC) da Paraíba.

A Polícia Civil divulgou lista de concursos suspeitos e o do TRT é um dos investigados. As investigações iniciaram no mês de fevereiro, quando a Polícia Civil recebeu denúncia anônima. Segundo informações da polícia, desde a primeira fase da operação, 31 pessoas foram presas suspeitas de envolvimento no esquema criminoso.

Os criminosos vendiam um "kit completo de aprovação" por até 10 vezes o valor do salário pretendido para o cargo. Entre integrantes do grupo e pessoas que pagaram para receber as respostas, por meio um “ponto eletrônico”, cerca de 100 pessoas estão sendo investigadas. Segundo estimativa da polícia, o grupo movimentou pelo menos R$ 60 milhões com fraudes em cerca de 12 anos.

Conforme disse ao G1 da Paraíba o delegado de Defraudações e Falsificações de João Pessoa, Lucas Sá, até este sábado 93 concursos foram identificados, mas apenas 81 foram divulgados porque os outros estão sob sigilo de investigação. Um homem, suspeito de fazer parte do grupo, que seria líder do esquema, foi identificado.

 Segundo a polícia, ele é sócio dos líderes. Mandados de busca e apreensão foram cumpridos na casa dele.

Concurso recorde de inscritos

Segundo dados da Fundação Carlos Chagas (FCC), o concurso para provimento de servidores do TRT 11 Região teve 76.872 inscritos.  De acordo com os números divulgados, desse total,  968 concorreram às vagas reservadas às pessoas com deficiência e 7.158 concorreram as vagas reservadas aos candidatos negros.

O cargo mais concorrido foi o de técnico judiciário, área administrativa, cujas 26 vagas tiveram 50.032 inscritos. Sendo que  45.119 candidatos concorreram as 17 vagas de ampla concorrência, 571 concorrem às duas vagas reservadas aos candidatos com deficiência e 4.342 disputam as sete vagas reservadas aos candidatos negros.

Outro lado

Em nota, o Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região (Amazonas/Roraima) informou que lamenta que o concurso realizado pela Fundação Carlos Chagas (FCC) seja alvo de investigação policial com suspeita de fraude. "A Comissão Organizadora do concurso vem acompanhando, junto à FCC, todos os trâmites do referido concurso, que se encontra em fase de homologação", disse.
 
"Este tribunal que vem prestando todas as informações solicitadas pela autoridade policial do Amazonas. O próprio caráter sigiloso da investigação impedia qualquer manifestação pública do TRT-11 a respeito. Reiterando seu compromisso com a legalidade e a transparência, o TRT-11 manifesta-se pela completa e rigorosa apuração e esclarecimento dos fatos que motivaram a operação".