Publicidade
Manaus
Manaus

Condutores desrespeitam restrição nas zonas de circulação para veículos pesados em Manaus

Segundo dados do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans), autuações passam de 600 01/08/2014 às 13:39
Show 1
Assim como na avenida Constantino Nery, onde as multas estão valendo, na Djalma Batista haverá período de orientação
Perla Soares ---

Aproximadamente 600 condutores foram autuados desde a implantação da restrição nas zonas de circulação para veículos pesados, em abril do ano passado, segundo o Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans). Os motoristas infratores desrespeitaram a restrição e foram flagrados por agentes de trânsito.

“Os fiscais de trânsito estão constantemente nas ruas onde não é permitido o acesso a caminhões de grande porte para aplicar punição ao condutor que desrespeita a determinação”, disse o diretor-presidente do Manaustrans, Paulo Henrique Martins.

A restrição, que iniciou em 11 ruas do Centro, foi expandida para a avenida Constantino Nery em maio deste ano. No período de um mês, agentes do Manautrans abordaram 23 caminhões e autuaram oito transitando em horário não permitido pela sinalização.

Na quarta-feira, teve início a vigência da restrição na avenida Djalma Batista, onde 115 condutores foram abordados durante a ação educativa. Nos próximos 15 dias a ação será realizada dentro das empresas que utilizam a avenida Djalma Batista para transporte de carga. Ontem, os educadores do Manaustrans visitaram as concessionárias de veículos instaladas na Djalma Batista para orientar sobre as novas regras de circulação.

Regras

A exemplo do que já ocorre na avenida Constantino Nery e em 11 ruas do Centro de Manaus desde o final de 2013, a restrição terá dois horários. O primeiro, de Máxima Restrição, das 6h às 9h e das 17h às 20h, quando somente será permitida a circulação de veículos com até oito toneladas de Peso Bruto Total (PBT). O segundo horário, de Média Restrição, das 9h às 17h, será permitido a circulação de veículos de até 16 toneladas de PBT.

Caso o condutor circule na via em horário não permitido é considerado infração média, com multa de R$ 85,13 e 4 pontos na CNH. “A zona de restrição se estenderá até as avenidas Umberto Calderaro e Mário Ypiranga Monteiro, também na zona Centro-Sul de Manaus”, explicou o diretor-presidente.