Publicidade
Manaus
Manaus

Confirmado! Rede TV irá transmitir AFC para todo o Brasil

A emissora realizou uma coletiva para anunciar a transmissão ao vivo das lutas do card principal da segunda edição do Amazon Forest Combat 08/03/2012 às 09:23
Show 1
Murilo Bustamante, Américo Martins, Marcelo Alex, Amilcare Dallevo Neto, Rodolfo Santana, Thales Leites e Ronys Torres
Paulo Ricardo Oliveira Manaus

A segunda edição do Amazon Forest Combat (AFC) fará história como o evento local de Mixed Martial Arts (MMA) de maior alcance em televisão aberta. Produzido pela M1 Eventos, detentora da marca AFC, o show de lutas será transmitido ao vivo de Manaus para os quatro cantos do Brasil pela RedeTV!, a partir das 23h30 (em Manaus), na noite de 31 de março, na Arena Amadeu Teixeira. O contrato oficial de exclusividade de transmissão com a primeira tevê no País a abrir espaço para o MMA foi assinado, nesta quarta-feira (07), na sede da emissora, em Osasco (SP).

“Não conheço um evento esportivo nascido, produzido e executado em Manaus que tenha tido essa dimensão na televisão aberta brasileira. Estamos muito entusiasmados com essa parceria com o RedeTV!”, afirmou o diretor executivo da M1 Eventos, Marcelo Alex Nunes.

Após a assinatura do contrato, o executivo da M1, equipe de produção do AFC, representantes da cúpula da RedeTV! e algumas das principais estrelas do evento, como Murilo Bustamante, Thales Leites e o amazonense Ronys Torres concederam entrevista coletiva para uma leva de repórteres da imprensa nacional  interessada nos detalhes do AFC.

“A transmissão do AFC marca a volta do MMA à RedeTV!, a verdadeira emissora desse esporte no Brasil. Afinal, a RedeTV! foi a pioneira na transmissão dos eventos de MMA no País, ajudando a popularizar o esporte e acabando com o preconceito que existia em relação a esse tipo de luta”, comemorou o superintendente de jornalismo e esportes da emissora, Américo Martins.

Card management (gerente de lutas) do AFC, o amazonense Rodolfo Santana destaca a expressividade dos lutadores contratados pela organização. “Fora o  UFC (Ultimate Fighting Championship), nenhum outro evento reuniria um card de lutadores tão expressivo e com tanta bagagem como o AFC.

Concebido pela M1 como um grande show de entretenimento esportivo, o AFC chega para dividir mercado com  UFC.

“Com certeza é o fim do monopólio do UFC no MMA internacional. o AFC tem tudo para emplacar mundialmente”, diz Bustamante, que enfrentará Dave Menne.

Marcelo Alex Nunes - diretor executivo da M1 eventos, detentora dos direitos e exploração do AFC

1 O que ganha o AFC com a exclusividade de transmissão pela  RedeTV!?
O evento ganha uma importante projeção nacional. A RedeTV! tem conquistado consideravelmente a audiência do público jovem, que gosta de esportes. Por outro lado, foi a primeira emissora a apostar no MMA sem preconceito, de forma a promover a mistura de artes marciais como um esporte. A RedeTV! está bastante entusiasmada com o AFC.

2 Qual o próximo passo para tornar o evento uma marca mundial, como o UFC?
Vamos aguardar passar essa segunda edição em Manaus para realizarmos uma em São Paulo. A decisão já está tomada sobre isso. Precisamos experimentar a marca em outros grandes mercados fora de Manaus. Acreditamos que São Paulo, um mercado exigente, será um desafio e tanto para consolidar o AFC no mundo.

3 Há planos para realizar o AFC em outros países?
Sem dúvida. Temos como meta realizar uma das edições do evento nos Estados Unidos em 2013. Em duas edições já alcançamos uma projeção nacional razoável. Hoje o AFC é o maior concorrente do UFC aqui no Brasil. Precisamos testar nossa marca também em solo norte-americano, onde há público cativo e grandes investidores. A expensão da marca AFC  é um objetivo a médio prazo.

Alta tecnologia
O AFC 2 vai mobilizar um staff razoável de produção e juntar toneladas de equipamentos técnicos digno dos grandes shows de entretenimento. A ideia é mostrar ao telespectador que gosta de MMA detalhes e ângulos nunca antes vistos, sem deixar passar nada em branco, além de proporcionar a melhor qualidade de imagem digital (HD) para ninguém botar defeito. Para isso, a RedeTV! enviará por navio numa viagem de dez dias uma unidade móvel para emitir o sinal de alta definição aos televisores ligados na emissora em todo o País. Marcelo Alex diz que a parafernália eletrônica dá a dimensão que o AFC alcançará em termos de show.

“Vamos trabalhar em sintonia para oferecer a quem for à Arena e a quem estiver em casa diante da TV o melhor show de lutas já visto no Brasil”, garante o executivo da M1.

Pelo contrato, a Rede TV! vai transmitir as seis lutas do card  principal do evento. As outras quatro do card preliminar serão vistas apenas para quem estiver na Arena Amadeu Teixeira.