Publicidade
Manaus
Manaus

Constrangimento em voo da American AirLines irrita passageiros em Manaus

Três clientes da empresa, que pediram para não ter os nomes identificados, disseram ter sofrido constrangimento ao serem informados por um atendente da empresa que os nomes deles não constavam na lista de passageiros da classe executiva 18/08/2012 às 16:24
Show 1
Sob a desconfiança do atendente, os passageiros insistiram que pagaram para viajar na classe executiva
Jornal A Crítica Manaus (AM)

A empresa de aviação aérea American AirLines obrigou passageiros de voo cancelado por causa de incêndio no subsolo do Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, a viajar, na sexta-feira (17), em classe diferente daquela que pagaram.

Três clientes da empresa, que pediram para não ter os nomes identificados, disseram ter sofrido constrangimento ao serem informados por um atendente da empresa que os nomes deles não constavam na lista de passageiros da classe executiva.

Sob a desconfiança do atendente, os passageiros insistiram que pagaram para viajar na classe executiva. O gerente da American AirLines foi chamado, confirmou que os clientes tinham razão, mas alegou que não podia fazer nada, pois não havia mais vagas no voo para aquela classe.

“E não houve nem pedido de desculpa. O gerente ainda disse que se a gente quisesse desembolso procurasse a representação da empresa em Guarulhos (SP), porque em Manaus o procedimento não é realizado”, reclamou um passageiro.

Desde junho deste ano, a American Airlines  opera um voo direto Manaus-Miami, nos Estados Unidos. Mas para clientes, a empresa “aterrissou” mal na capital amazonense. Há reclamações sobre o atendimento, sobre o tamanho das aeronaves e sobre o número de malas permitido por passageiro.

A reportagem ligou para a representação da American AirLines, mas foi informada que só poderia ser atendida às 20h deste sábado (18).