Publicidade
Manaus
Cotidiano, Trânsito, detran-am, Polícia Militar, Parqueamento

Coronel da PM tenta impedir remoção de veículo, durante blitz, em Manaus

Com o carro sem condições de trafegar, comandante do CPI, tentou evitar que o Monza do irmão fosse levado para o parqueamento do Detran-AM 11/06/2012 às 00:32
Show 1
Carro foi levado para o parqueamento do Detran, de onde poderá ser retirado, após as devidas regularizações
acritica.com Manaus

Uma blitze rotineira do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AM), nas imediações do Terminal 4 (T4), no bairro Jorge Teixeira, Zona Leste de Manaus, resultou em confusão, neste domingo (10) à noite, envolvendo fiscais do órgão, e o comandante do Comando de Policiamento do Interior (CPI), da Polícia Militar, tenente-coronel Marcos James Frota.

Ao notarem um veículo modelo Monza, cor azul, de placas JWG 2324, sem condições de trafegar pelas ruas, os fiscais se dirigiram até o condutor do carro - que estaria ingerindo bebida alcoólica -, e solicitado que ele o acompanhassem, pois o mesmo seria guinchado e levado para o parqueamento do Detran, no bairro Parque Dez de Novembro, na Zona Centro-Sul de Manaus.

O condutor do Monza além de se recusar a sair do veículo, acionou o irmão, o comandante do CPI, para evitar que o carro fosse guinchado.

Para a surpresa dos agentes do Núcleo Especial de Operações de Trânsito (NEOT), o oficial ao chegar ao local, além de afirmar que o carro não sairia do lugar, sentou-se no caput do mesmo, onde começou a tomar uma cerveja. Após se identificar, o coronel também acionou alguns amigos, que ao chegarem no local, estavam munidos com garrafas contendo gasolina, para incendiar o Monza, caso o mesmo fosse retirado do local.

Conforme os fiscais do NEOT, o condutor do Monza também foi submetido ao teste do etilômetro – popularmente conhecido como bafômetro.    

Um oficial da PM foi enviado até o lugar da confusão, para tomar conhecimento do que estaria acontecendo, além de permitir a remoção do veículo para o parqueamento.

A assessoria de Imprensa da PM confirmou o incidente, e explicou que os fiscais do Detran-AM podem formalizar uma denúncia à Corregedoria para que seja instaurado uma sindicância, para apurar se houve falta de disciplina por parte do coronel Marcos James Frota.    

A assessoria também confirmou que o veículo foi recolhido para o parqueamento do Detran-AM.

Durante a fiscalização do NEOT um total de 38 veículos, dos quais 28 motocicletas e 10 carros foram apreendidos e encaminhados para o parquemento do Detran.