Publicidade
Manaus
Manaus

Corpo de universitária morta em Salvador (BA) após assalto chega, em Manaus, nesta quinta-feira

João Paulo Duarte, irmão da universitária que morreu após sofrer um assalto, já está em Salvador (BA). É esperado para a manhã desta quinta-feira, 08, a liberação do corpo de Natalia do IML baiano 07/03/2012 às 17:56
Show 1
Universitária Natalia Penhaosa Duarte
Marlen Lima Manaus

O translado do corpo de Natalia Penhalosa Duarte, 19, de Salvador (Bahia) para Manaus (AM) é esperado para esta quinta-feira, 08. A jovem morreu após sofrer um assalto na Capital baiana, nesta terça-feira, 06, quando passeava com o namorado Diego Matheus Mello Mendes na praia de Stella Maris.

João Paulo Duarte,irmão de Natalia, já está em Salvador, para fazer a liberação do corpo, que ainda se encontra no IML baiano. Natalia Duarte era natural de Boa Vista (Roraima), fazia Biologia na Universidade de Federal do Amazonas (Ufam), zona Leste, em Manaus (AM).

O translado do corpo de Natalia Duarte é esperado para tarde desta quinta-feira, e será custeado pela Ufam, que se prontificou a dar todo apoio à família Duarte. A universidade está à frente de todo esse processo, revelou a professora Sônia Carvalho, Diretora do Instituto de Ciências Biológicas, que destacou que todos do curso de Biologia estão consternados pela morte da jovem roraimense.

- “Ela era uma jovem muito aplicada, dedicada aos estudos, e estamos todos chocados”, disse Sônia.

O velório do corpo de Natalia Penhalosa Duarte será no Instituto de Ciências Biológica, que fica no mini-campus, zona Sul, do Campus Universitário da Ufam, no Coroado, Zona Leste.

A mãe de Natalia, Jaqueline Duarte está muito abalada, segundo amigos da família. Ela passou a noite desta terça-feira (06) para hoje acordada, e “agora (de tarde) tomou um remédio para descansar”, revela uma amiga da jovem falecida, que preferiu não ter o seu nome divulgado.

RETRATO

A Delegacia de Proteção ao Turista (Deltur), de Salvador (BA), que tem como titular a delegada Christiane Xavier é quem está cuidando do caso, juntamente com o 12º Delegacia Territorial (DT) de Itapuã.

O depoimento de Diego Matheus Mello Mendes, namorado de Natalia, e que estava com ela passeando pela praia de Stella Maris, área nobre de Salvador, ajudou na construção de um retrato falado, além de imagens do circuito de segurança de um condomínio localizado nas imediações onde o casal foi abordado pelos ladrões.

Os assaltantes levaram das vítimas uma máquina fotográfica e dois aparelhos celulares. Em meio ao roubo, Natalia foi atingida com um disparo de arma de fogo na testa.

A universitária chegou a ser socorrida e encaminhada para um hospital da cidade, mas em virtude da gravidade do ferimento faleceu minutos após dar entrada no Hospital Geral do Estado (HGE).