Publicidade
Manaus
Manaus

Correria para a compra de peixes na Semana Santa em Manaus

Alguns locais encerram o expediente nesta sexta-feira (6) e se deixar para a última hora corre-se o risco de não encontrar o pescado desejado 05/04/2012 às 08:26
Show 1
Na Tenda do Peixe, na Zona Centro-Sul de Manaus, a diversidade de pescado é ainda maior
Renata Magnenti/Jornal A Crítica Manaus (AM)

Quem ainda não comprou o peixe da Sexta-Feira Santa e do domingo de Páscoa deve correr. Alguns locais encerram o expediente nesta sexta-feira (6/4) e se deixar para a última hora corre-se o risco de não encontrar o pescado desejado.

Na tarde dessa quarta-feira (5), por exemplo, não havia mais bacalhau da Amazônia no Empório da Cachaçaria do Dedé, no Manauara Shopping. A gerência informou que o produto voltará às gôndolas hoje. Foram vendidos cerca de 60 quilos do produto.

Marcas de bacalhau como Saithe, Morhua e do Porto podem ser encontrados nos supermercados Carrefour e DB, além de outros pescados como a merluza que, para alguns substitui o bacalhau, e ainda matrinxã, pirarucu, tambaqui e pescado.

Na Tenda do Peixe, na Zona Centro-Sul de Manaus, a diversidade de pescado é ainda maior. Vai do bacalhau da amazônia do tipo ventrecha e lombo, aos filés de bodó, mapará, dourado e, também a opção de tartaruga, cujo preço do quilo vivo custa R$ 18. O expediente da Tenda encerra nesta sexta-feira no final da tarde.

Sábado
Na Manaus Moderna, o expediente vai até sábado (7). O movimento no local é intenso, mas comerciantes avaliam que ano passado eles venderam mais do que neste ano. “Vendi aproximadamente 200 quilos de peixe esta semana. Ano passado vendi o dobro. Com a cheia fica mais difícil pescar e isso torna mais caro o preço do pescado. Em 2011, o tucunaré custava até R$ 8 o quilo e este ano R$ 12”, disse o comerciante Ataíde Martins.