Publicidade
Manaus
Manaus

CPI da água em Manaus é formada por maioria governista

A primeira reunião do grupo formado por sete parlamentares deve acontecer na próxima segunda-feira (26) 21/03/2012 às 13:08
Show 1
Feitoza revelou que, o primeiro passo será o ordenamento de documentos da Agência Reguladora dos Serviços Públicos Concedidos do Estado do Amazonas (Arsam), e da concessionária Águas do Amazonas, que demonstram detalhes sobre o abastecimento de água na cidade
JOELMA MUNIZ Manaus

Os membros da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), que investigará o não cumprimento de cláusulas contratuais da concessão do serviço de abastecimento de água em Manaus pela empresa Águas do Amazonas, foram revelados no início da tarde desta quarta-feira (21), na Câmara Municipal de Manaus (CMM).

De acordo com o presidente da Casa, vereador Isaac Tayah (PSD), o que levou a escolha dos nomes do vereador, e Líder do prefeito Amazonino Mendes (PDT), na CMM, Leonel Feitoza (PSD) para a presidência da Comissão, Marcel Alexandre (PMDB) para relator, Jefferson Anjos (PV), Mário Bastos (PRP), Joaquim Lucena (PSB), Waldemir José (PT) e Wilton Lira (PDT) como demais membros, foi a obediência da proporcionalidade partidária, que não é prevista no Regimento Interno para os casos de CPI’s, mas, que são implantadas nas Comissões Permanentes.

Tayah revelou ainda, que os membros da Comissão terão que pautar os pontos a serem investigados, respeitando o objeto apontado na proposta feita pelo vereador Waldemir José.

Já o presidente da CPI, Leonel Feitoza, sinalizou a primeira reunião do grupo para a próxima segunda-feira (26). Feitoza revelou que, o primeiro passo será o ordenamento de documentos da Agência Reguladora dos Serviços Públicos Concedidos do Estado do Amazonas (Arsam), e da concessionária Águas do Amazonas, que demonstram detalhes sobre o abastecimento de água na cidade.

Com colaboração de Fabíola Pascarelli