Publicidade
Manaus
Manaus

Crédito facilitado para empreendedores do AM

Com alguma diferença no prazo de pagamento, Caixa, Basa e BB oferecem financiamentos a juros de até 0,64% ao mês 24/01/2012 às 10:17
Show 1
15 Mil é o limite máximo disponível pelo MPO para os pequenos negócios
CIMONE BARROS Manaus

Apesar do novo gás ao estímulo do crescimento de crédito no País estar a caminho, a pedido da presidente Dilma Rousseff, os bancos públicos já oferecem linhas de financiamento com condições especiais para os empreendedores individuais e micro e pequenas empresas.

O Microcrédito Produtivo Orientado (MPO), por exemplo, destinado aos pequenos negócios tem juros de 0,64% ao mês e limite de R$ 15 mil.

Há, no entanto, sutilezas que o tomador precisa observar entre a Caixa e o Banco do Brasil. Diante da crise na Europa e nos Estados Unidos cujos efeitos já afetam o País, na última semana, a presidente Dilma solicitou estudos da Caixa e do Banco do Brasil para estimular o crédito, principal aposta do governo para sustentar a economia brasileira.

A ideia é favorecer o crédito produtivo, para incentivar o consumo, e também para a exportação por empresas brasileiras. Para o superintendente do Sebrae-AM, Nelson Rocha, os valores ainda são pequenos para os empreendedores individuais, porque os bancos ainda trabalham com uma realidade de 2011, quando os EIs tinham faturamento bruto anual até R$ 36 mil e agora até R$ 60 mil.

As empresas enquadradas no Super Simples também tiveram o faturamento ampliado em 50%. “Com nova faixa de faturamento, entendo que os bancos irão rever o limite aumentando-o”, destacou Rocha, lembrando que os pequenos foram os que mais geraram emprego durante a crise.

“Eles têm mobilidade e com ampliação do crédito e faixa salarial vão contribuir ainda mais”. Bancos Além das linhas de crédito tradicionais, o Banco do Brasil e a Caixa Econômica estão alinhados às estratégias do Governo Federal nas linhas de MPO, que faz parte do Programa Nacional de Microcrédito, o Crescer.

A Caixa destinará este ano R$ 345 milhões em crédito para os EI em todo o País, por meio do MPO. A operação oferece facilidade de contratação, taxa de juros reduzida (0,64% ao mês) e prazo de até 24 meses para pagar. Em 2011, a Caixa efetuou no Amazonas 60 contratos, no período de outubro a dezembro. Segundo a Caixa, em 2011 foram contratados 20 jovens no Estado para atuar como agentes de microcrédito.

Eles atuam na prospecção e orientação dos potenciais tomadores de crédito em locais como Feira Manaus Moderna, Associação de Camêlos e Sebrae na Zona Leste. Outra forma de ter acesso ao MPO é se dirigir a uma agência ou a um dos postos de atendimento, inclusive a agência barco Chico Mendes.

Os recursos do MPO da Caixa podem ser usados como capital de giro ou para compra de equipamentos e máquinas. O limite de empréstimo é de R$ 15 mil, com prazo de até 24 meses para pagar, e juros de 0,64% ao mês. A Taxa de Abertura de Crédito (TAC) é de 1% do valor do empréstimo. Atualmente o valor médio concedido aos empreendedores é de R$ 4 mil.