Publicidade
Manaus
Manaus

Criminalidade cai 8% na primeira semana do Ronda no Bairro, diz SSP/AM

Programa foi lançado pelo governador Omar Aziz na última quinta-feira (16), no início do período carnavalesco 23/02/2012 às 17:56
Show 1
O programa ' Ronda no Bairro' atua primeiramente na Zona Norte de Manaus
Acritica.com Manaus (AM)

A Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP/AM) divulgou na tarde desta quinta-feira (23), dados comparativos que apontam uma redução de 8% no índice de criminalidade dos dez bairros da zona Norte de Manaus na primeira semana de operação do Ronda no Bairro. A secretaria de segurança ressalta o reforço do policiamento com mais 1.679 policiais civis e militares. O programa foi lançado pelo governador Omar Aziz na última quinta-feira (16), no início do período de Carnaval.

De acordo com o balanço, os indicadores fazem referência ao quantitativo de homicídio, latrocínio, tentativa de homicídio, estupro, roubo e furto. Segundo as estatísticas da SSP, três homicídios foram registrados na zona Norte, a mais populosa da capital, enquanto as outras três zonas registravam juntas 11 ocorrências desse crime. Em 2011, foram anotados quatro homicídios durante o Carnaval.

Ainda de acordo com o órgão, na natureza latrocínio (roubo seguido de morte), não ouve nenhuma ocorrência. Os dados mostram redução dos roubos e furtos: em 2011, foram 93 casos, contra 83 neste ano. No item tentativa de homicídio, a redução foi de 50% com duas ocorrências, contra quatro em 2011.

Para o secretário de Segurança Pública, coronel PM Paulo Roberto Vital, esse resultado expressa uma satisfação para todos os operadores do Ronda no Bairro, mas ele alerta que só depois de três meses é que se terá uma noção mais clara da eficácia do policiamento comunitário que está sendo desenvolvido. “Tudo ainda está na fase de adaptação, tanto da parte dos policiais quanto da população. Os policiais aplicam o que aprenderam sobre policiamento comunitário e o cidadão responde com a sensação de segurança”, disse.

Vital afirmou que tem ido pessoalmente às comunidades colher o sentimento do cidadão após o início do Ronda no Bairro e aponta que as impressões são bastante favoráveis. “Eu poderia me basear pela opinião dos amigos, mas esses são suspeitos. Então, melhor ouvir o que a população está sentindo com a polícia mais perto dela, para não ficar só nos números estatísticos, que esses apontam melhorias no combate à criminalidade”.

O secretário alerta que nesse primeiro momento é natural que haja um crescimento na quantidade de registros de ocorrências reprimidas. Ele cita como exemplo os furtos, que nem sempre o cidadão se dava ao trabalho de ir a uma delegacia registrar, e agora, com a polícia bem ao seu alcance, ele faz questão isso com muita facilidade.

Segundo o coordenador da comissão da SSP para implantação do Ronda no Bairro, tenente-coronel PM Amadeu Soares, já está sendo feita a distribuição em cada residência da zona Norte dos adesivos chamados de ímã-de-geladeira e um folder contendo a foto dos policiais militares e o telefone instalados nas viaturas que já estão atuando em cada um dos 41 setores da zona norte. “Será mais uma forma de aproximar o cidadão do policial que está atuando na sua rua”, afirmou.