Publicidade
Manaus
Política, Cotidiano, Marcelo Ramos, ALE/AM, Polícia Militar

Critérios de promoção na PM do Amazonas são questionados por deputado

Após solicitar dados da instituição, que alegou que os mesmos eram sigilosos, Marcelo Ramos entrará na Justiça, com um mandado de segurança 03/04/2012 às 13:34
Show 1
Para Marcelo Ramos, toda a sociedade tem o direito de saber como ocorrem as promoções dentro da PM
acritica.com Manaus

O deputado Marcelo Ramos (PSB) deverá entrar na Justiça com um pedido de mandado de segurança solicitando informações da Policia Militar (PM), sobre quais foram os critérios de pontuação para promoção dos Policiais Militares, após a instituição ter dito que os dados são sigilosos e não poderiam ser repassados.

“Ajuizarei um mandato de segurança por negarem acesso aos relatórios para sabermos quais são os critérios de promoção. Afinal, por que esses dados são sigilosos. Por que ninguém pode saber os critérios. O que escondem?”, questionou.

Ele afirmou que mostrará à Comissão de Segurança da Assembleia, que é presidida pelo deputado Cabo Maciel (PR), que terá acesso aos dados. Ramos destaca que o artigo 5º da Constituição Federal diz que todos podem ter acesso a informações de órgãos públicos.

"Solicitei da Policia Militar e da Comissão de Segurança Pública da Assembleia esses dados e obtive o mesmo parecer, dizendo que são dados sigilosos. Isso é um absurdo. Não posso admitir que as informações sejam negadas, pois toda a sociedade tem direito de saber sobre os critérios”, critica.

O parlamentar lembrou que a Policia Militar realizou 36 promoções de praças a cabos, sendo que 21 estavam a disposição, 7 trabalhando na burocracia da PM e os demais atuando na rua, no combate ao crime. Segundo ele, isso quer dizer que quem está sendo promovido é quem abre portas e quem segura pastas de autoridades, enquanto que os policiais que estão nas ruas não conseguem a promoção,   o que acaba por desestimular a tropa.