Publicidade
Manaus
Manaus

De volta a Manaus prefeito Amazonino Mendes não divulga agenda de trabalho

O prefeito Amazonino Mendes (PDT), passou o feriado do Dia do Trabalhador em Miami nos Estados Unidos. Ele retornou à cidade nesta quarta-feira às 13h e 15 minutos, mas, de acordo com uma funcionária da Secretária Municipal de Comunicação (Semcom), até as 11h e 15 minutos desta quarta, as atividades dele frente ao Executivo Municipal, ainda não haviam sido repassadas nem mesmo para a secretária 02/05/2012 às 14:17
Show 1
Os constantes afastamentos do prefeito Amazonino Mendes do cargo, durante os feriados tem arrancado críticas de parlamentares da Câmara de Manaus
JOELMA MUNIZ Manaus

Retornando à Manaus nesta quarta-feira (2), de Miami nos Estados Unidos, o prefeito de Manaus Amazonino Mendes (PDT) ainda não tem uma agenda de trabalho predefinida.

De acordo com uma funcionária da Secretária Municipal de Comunicação (Semcom), até as 11h e 15 minutos desta quarta, as atividades de Amazonino, frente ao Executivo Municipal, ainda não haviam sido repassadas nem mesmo para a secretária.

Em meio a especulações sobre o afastamento do prefeito, no momento em que está decretado estado de emergência na cidade, por conta da Cheia dos Rios, a reportagem do Portal acrítica.com apurou que a viagem de Amazonino Mendes foi oficializada junto a Câmara Municipal de Manaus (CMM), através do Oficio nº 0892-2012, que chegou a Casa na última quarta-feira (25).

No documento o prefeito informou que estaria ausente da cidade entre as 16h da quinta-feira (26), e às 12h desta terça-feira (2). O motivo alegado por Amazonino foi uma viagem a Miami, durante o feriado prolongado do dia do Trabalhador.

Chegada

O Prefeito Amazonino Mendes desembarcou no aeroporto Internacional Eduardo Gomes às 13h e 15 minutos desta quarta-feira (2).

Recepcionado pela imprensa, ele evitou comentar as polemicas sobre sua viagem, e também não quis comentar os últimos acontecimentos políticos da cidade a respeito das declarações do Governador Omar Aziz (PSD), sobre ter um candidato próprio a Prefeitura da cidade nas eleições de outubro.

“Não quero falar sobre isso, não quero falar de política”, falou, reconhecendo o destino de sua viagem.

“Passei quatro dias em Miami aproveitando o feriado prolongado”, ressaltou.

Críticas

Os constantes afastamentos do prefeito Amazonino Mendes do cargo, durante os feriados tem arrancado críticas de parlamentares da Câmara de Manaus. Em seus discursos na Tribuna da CMM, os vereadores Elias Emanuel (PSB), e Waldemir José (PT), ressaltaram a situação como um “verdadeiro descaso” com a população amazonense, “que passa por um momento difícil por conta da enchente”.

O petista Waldemir José prometeu que solicitará via oficio, explicações da Prefeitura de Manaus, sobre as medidas que estão sendo implantadas para ajudar os afetados pelo fenômeno natural.

Rotina

A penúltima viagem feita por ele foi no dia 5 de abril, quando a cidade passou quatro dias sem comando.

O imbróglio se deu por conta do impedimento dos vereadores que compõem a Mesa da CMM, de assumirem a cadeira, já que os parlamentares são candidatos à reeleição. A situação só foi resolvida quando, o juiz mais antigo da cidade, Lafayette Carneiro Vieira Junior no dia 9 de abril assumiu a responsabilidade sobre a capital que passava por uma súbita greve dos rodoviários do transporte coletivo.