Publicidade
Manaus
Manaus

Delegacia registra nove homicídios durante feriado prolongado em Manaus

A maioria deles está associado a execução por arma de fogo. O domingo, de acordo com o registro, foi o mais violento, com cinco mortes 05/11/2012 às 19:24
Show 1
Os corpos foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) e a Delegacia de homicídios investiga os casos
Camila Pereira Manaus (AM)

A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros registrou desde a última sexta-feira (02), feriado de finados, até o último domingo (04) nove homicídios. A maioria deles está associado a execução por arma de fogo. O domingo, de acordo com o registro, foi o mais violento, com cinco mortes.

Durante a sexta (02), foram registrados dois homicídios, ambos por arma de fogo. O pedreiro Otacílio Pereira Brilhante foi executado com três tiros, no Novo Israel, Zona Norte de Manaus, quando tentava invadir um terreno particular. Otacílio chegou a ser socorrido, mas morreu a caminho do Serviço de Pronto Atendimento (SPA) Galiléia.

Outra vítima de homicídio, na sexta-feira (02), foi o auxiliar de escritório Leandro Macambira de Moraes, 23. Ele foi atingido com três disparos de revólver calibre 38, na cabeça. O crime ocorreu em frente à casa onde morava, na rua 4, do bairro Alvorada III, na Zona Oeste. A polícia investiga o caso, mas ainda não tem informações sobre o autor dos disparos.

O sábado foi marcado por duas mortes. Cláudia Maria Vidinha Vieira foi assassinada com dois tiros, no bairro Francisca Mendes 2, Zona Norte de Manaus. E Carlos Luiz de Souza Soares morreu a facadas no Coroado 1.

No domingo (04), foram registrados cinco homicídios. Sérgio Matos do Carmo foi executado com cinco tiros na cabeça, na Compensa, Zona Oeste de Manaus. Rodrigo da Silva Pacheco foi morto com facadas, no bairro Monte das Oliveiras. Andrey Melo Pinto foi executado com quatro tiros, no peito e na cabeça. E no bairro do Crespo, Zona Sul de Manaus, Márcio José Pinheiro também morreu com golpes de faca. Uma vítima ainda continua sem identificação, mas também foi morta por arma branca.