Publicidade
Manaus
Manaus

Delegado é detido pela PM após discussão de trânsito

Segundo informações preliminares, situação envolveu um delegado da Polícia Civil e sobrinho de agente da Polícia Federal. Homem foi autuado em flagrante por embriaguez  13/02/2014 às 19:11
Show 1
Na ocasião, delegado da Polícia Civil conduzia um veículo modelo Gol
ACRITICA.COM* Manaus (AM)

Por volta das 5h desta quinta-feira (13), uma discussão de trânsito ocasionou na ida de um delegado ao 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP) para prestar esclarecimentos. Segundo informações preliminares, o caso ocorreu na avenida São Jorge, bairro São Jorge, Zona Oeste de Manaus, em frente a uma casa de show.

De acordo com policiais do 19º DIP, o delegado em questão é Gustavo Sotero, lotado no município de São Gabriel da Cahcoeira. Na ocasião, ao sair da casa de show, Sotero teria colidido o seu veículo de modelo Gol, cor vermelha, no carro do representante comercial Eduardo Cintrão, sobrinho de um agente da Polícia Federal.

Em depoimento, Cintrão afirmou que o delegado estava com visíveis sinais de embriaguez, e ao tentar negociar o prejuízo do acidente, Sotero teria se alterado. Em seguida, Cintrão acionou uma viatura da Polícia Militar para tentar contê-lo. De acordo com o delegado do 19º Distrito, Maurício Ramos, foi necessário algemar Sotero, pois segundo ele, o mesmo tentou intimidá-los mostrando um revólver.  

Com a chegada da polícia, o delegado se recusou a fazer o exame do bafômetro e foi autuado em flagrante por embriaguez ao volante. O indivíduo deve pagar uma fiança estipulada de 1 a 100 salários mínimos.  

Em nota enviada à imprensa, a Polícia Civil do Amazonas esclarece que o acidente de trânsito já está sendo apurado pelo Delegado Titular do 8º Distrito Integrado de Polícia (DIP), George Gomes, que foi designado para assumir o caso.

"O Delegado George Gomes foi escolhido a partir da portaria nº 0252/2014 – GDG/PC por não possuir vínculo de amizade ou inimizade com o servidor envolvido no acidente. De acordo com a autoridade policial, todos os procedimentos que cabem à Polícia Civil estão sendo adotados. Policiais militares que presenciaram o ocorrido e outras testemunhas também serão ouvidas", informa o comunicado.

A Corporação afirma, ainda, que durante a manhã o delegado envolvido no acidente foi submetido a teste visual no Instituto Médico Legal (IML), assinado pelo perito legista Ellysson Oliveira Abinader, que afirmou não apresentar sinais de embriaguez, ressaltando que Gustavo Sotero se recusou a fornecer o material de sangue.

"Ainda no local do ocorrido, o delegado recusou-se a fazer o teste de alcoolemia perante o funcionário competente do Departamento Estadual de Trânsito (Detran – AM) quando solicitado pelo delegado designado para apurar o fato. Em razão do laudo do IML não apontar embriaguez o flagrante não pode ser realizado, restando ao Delegado George Gomes instaurar o inquérito policial para apurar todas as circunstâncias do ocorrido. O caso está sendo acompanhado pela Corregedoria Geral do Sistema de Segurança Pública do Estado do Amazonas", finaliza a nota.

*Com informações da repórter Joana Queiroz, do Jornal A Crítica