Publicidade
Manaus
Manaus

Delegado-Geral do AM é desafiado por Deputado na ALE-AM

Membro da base aliada, vice-presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas, deputado Marcos Rotta (PMDB), reforça críticas da bancada oposicionista 29/03/2012 às 08:01
Show 1
Rotta cobrou do delegado-geral o cumprimento de decisão judicial que determina o ingresso de 19 candidatos aos quadros da Polícia Civil
LÚCIO PINHEIRO Manaus

O vice-presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM), deputado Marcos Rotta (PMDB), engrossou o coro da bancada de oposição, e, nessa quarta-feira (28), em tom de desafio, cobrou explicações do delegado-geral da Polícia Civil, Mário César Nunes, sobre a não nomeação de candidatos que teriam sido aprovados para o cargo de delegado no concurso da instituição realizado em 2010.

Rotta cobrou do delegado-geral o cumprimento de decisão judicial que determina o ingresso de 19 candidatos aos quadros da Polícia Civil. “A mim ele será obrigado a prestar informações, porque não vou permitir que alguém contrarie a Procuradoria-Geral do Estado (PGE) e à Secretaria de Segurança Pública (SSP) se valendo de um posto vitalício de delegado”, atacou o deputado da tribuna da ALE-AM. O delegado-geral não quis comentar o assunto. Rotta afirmou que a PGE não recorreu da decisão judicial e, assim como a SSP, admite a contratação dos candidatos.

O procurador-geral do Estado, Clóvis Smith, e o secretário de Segurança, Paulo Vital, desmentiram o deputado. Segundo os dois, a PGE recorreu, sim, da decisão. Por meio da Agecom, o governador Omar Aziz (PSD) informou que encomendou um estudo que avalie a possibilidade de contratação de mais delegados. Mas ressaltou que “o Governo do Amazonas já está no limite dos gastos com pessoal”.