Publicidade
Manaus
Manaus

Denúncia: homem tenta matar gato com mordidas em via pública no interior do AM

A equipe de reportagem tentou entrar em contato com a Delegacia Especializada em Crimes Contra o Meio Ambiente (DEMA), mas não obteve resultado. O Batalhão Ambiental afirmou que não houve denúncias sobre este caso 21/01/2013 às 15:53
Show 1
O vídeo foi gravado em Iranduba (AM)
Camila Pereira Manaus (AM)

Um vídeo postado na tarde deste domingo (20) flagra um homem que atacando um gato com mordidas. O material foi gravado no município de Iranduba (a 25 quilômetros de Manaus) pelo cineasta Zeudi Souza. De acordo com ele, a postagem é ‘uma forma de chamar atenção das autoridades competentes para que tomem providências’.

Zeudi não soube informar se o animal estava vivo. "Acredito que o gato morreu, mas não tenho certeza", frisou. De acordo com ele, o caso aconteceu por volta das 16h do último sábado (19), próximo à Ponte Rio Negro. “Estacionamos o carro, quando uma senhora falou em voz alta: ‘Tem cada louco nesse mundo, o cara chupando o sangue do gato’. Peguei a máquina e fui ver. Tinham poucas pessoas observando, estavam assustadas e sem reação”, explicou.

Segundo ele, as pessoas, que estavam observando, estavam receosas de tomar alguma atitude, porque além de transtornado, o homem poderia estar armado. “Ele estava fora de si”, comentou Zeudi.

“Algumas pessoas ficaram vendo o gato, e o homem se levantou e caminhou como se nada tivesse acontecido. Não havia policiamento na área”, relatou o cineasta, dizendo que o rosto do homem, estava completamente arranhado e a boca cheia de pelos.

A equipe de reportagem tentou entrar em contato com a Delegacia Especializada em Crimes Contra o Meio Ambiente (DEMA), mas não obteve resultado. O Batalhão Ambiental afirmou que não houve denúncias sobre este caso.

Crimes

Crimes de maus tratos tem sido ponto de luta de algumas organizações de proteção aos animais, como a ONG P.A.T.A. (Proteção, Adoção e Tratamento Animal). A vice-presidente do grupo, Joana Barc Cordeiro disse que recebe diariamente denúncias como esta.

Ela, que já tinha conhecimento sobre o vídeo, afirmou que a polícia não consegue atender a demanda. “Recebemos denúncias até piores que esta. Nós denunciamos, mas precisamos de apoio para apurar. A polícia precisa agir com isso. Existe impunidade nestes casos. A DEMA não tem condições de atender a demanda que existe”, afirmou ela.

Atenção Especial

De acordo com Janaína, os grupos de proteção estão na luta por uma delegacia especializada que cuide apenas de crimes contra animais domésticos. “A Dema dá preferência para crimes contra animais exóticos, madeira apreendida e peixes. Fizemos uma petição para que essa delegacia seja concretizada”, concluiu.