Publicidade
Manaus
Manaus

Deputado sugere que Procuradoria da ALE-AM está sendo "usada" contra CPI do apagão

Em seu discurso desta quinta-feira (23), na Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM), Marcelo Ramos (PSB) contestou o parecer da Procuradoria-Geral apresentado nessa quarta-feira (22), pelo presidente da ALE-AM, deputado Ricardo Nicolau (PSD), que afirmou haver “impossibilidade jurídica da Casa para apurar o caso” 22/03/2012 às 12:42
Show 1
Marcelo Ramos (PSB) apontou discordância entre os discursos do presidente da empresa, Marcos Madureira, e o Ministro de Minas e Energia, Edilson Lobão
JOELMA MUNIZ Manaus

A aparente relutância de alguns deputados da Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM) de não pactuarem com a formação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), para apurar as causas dos blecautes elétricos em Manaus, foi questionada na manhã desta quinta-feira (22), por seu propositor, deputado Marcelo Ramos (PSB).

Em seu discurso, o parlamentar contestou o parecer da Procuradoria-Geral apresentado nessa quarta-feira (21), pelo presidente da ALE-AM, deputado Ricardo Nicolau (PSD), que afirmou haver “impossibilidade jurídica da Casa para apurar o caso”.

Ramos apresentou reportagens jornalísticas que mostram a realização de investigações de Assembleias Legislativas pelo país, em serviços públicos prestados por entes federais.

“Outras Casas investigam concessionárias de energia, a população do Amazonas espera igual posicionamento da Assembleia Legislativa do Estado”, disse, ressaltando que “quem é contra a CPI que diga que é contra. Não fiquem encontrado subterfúgios para tentar impedir investigações nesta Casa”.

O parlamentar sugeriu ainda, que a Procuradoria da ALE-AM está sendo usada para justificar uma decisão política dos demais parlamentares.

Confronto

Sobre a reunião tida nessa quarta-feira (21), entre os deputados e representantes da concessionária de energia no Estado, Eletrobras Amazonas Energia, Ramos apontou discordância entre os discursos do presidente da empresa, Marcos Madureira, e o Ministro de Minas e Energia, Edilson Lobão.

“Não estou entendendo mais nada, o presidente da Eletrobras afirmou pela manhã que o Estado não possui problemas com a geração de energia. A noite o Ministro junto com o Senador Eduardo Braga (PMDB), afirmam que o governo federal aportará recurso milionário para a construção de subestações objetivando suprir os problemas de geração elétrica no Amazonas”, destacou.