Publicidade
Manaus
Manaus

Detran/AM monta operação especial para Carnaval 2012

Operação conjunta do Detran, PRF e PM vai contar, pela 1ª vez, com presença da Polícia Civil que vai lavrar a ocorrência no ato 15/02/2012 às 07:49
Show 1
Um dos pontos de fiscalização será a ponte Rio Negro, que tem fluxo médio de sete mil veículos ao dia
Alan Chaves Manaus

Durante todo o final de semana de Carnaval, o Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) vai montar uma operação especial em vários pontos estratégicos da cidade. Em parceria com a Polícia Militar (PM) e Polícia Rodoviária Federal (PRF), mais de 150 homens vão estar envolvidos na ação conjunta que este ano, deve contar com presença de plantonistas da Polícia Civil (PC) para lavrar, na hora, o auto de infração aos condutores que cometerem infrações de trânsito.

De acordo com a diretora presidente do DETRAN-AM, Mônica Melo, a solicitação de plantonistas da PC já foi feita à Delegacia Geral (DG). “Formalizamos o pedido e estamos aguardando a resposta. A presença desse profissional para lavrar as infrações de trânsito vai dar mais dinâmica ao nosso trabalho”, avaliou.

Para não comprometer a operação, a diretora não revelou os locais onde vão ocorrer as blitze, mas antecipou que um dos pontos será a ponte Rio Negro, que recebe um tráfego diário de cerca de sete mil carros. “Esse número deve dobrar no final de semana. E para ajudar o motorista, vamos iniciar a ação na sexta-feira, 17, e encerrar somente na quarta de cinzas, 22”, disse. Ela acrescentou ainda que, além da ponte, as festas de grande movimentação, também, serão alvos da operação.

‘Lei da Recusa’

Durante as blitze, a meta é revistar cem por cento dos carros de passeio e motocicletas para verificar documentação e ingestão de bebidas alcoólicas. “O condutor que se recusar, iremos fazer uso da ‘Lei de Recusa’ e aplicar as punições administrativas previstas”, alertou Melo. Os infratores pegos sem Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e com indícios de embriaguez, terão a CNH recolhida, o veículo apreendido, e caso não tenham ninguém habilitado na hora para conduzir do automóvel, além autuação no valor de R$ 957 reais, terão suspenso do direito de dirigir. “Se o infrator for flagrado dirigindo ante estas infrações, poderá ser cassado por infringir a aplicação do Código de Trânsito Brasileiro (CTB)”, completou.

Para a diretora-presidente do Detran, a sonolência ao volante é um dos principais causadores de acidentes de trânsito, principalmente por conta do consumo de bebidas alcoólicas que, neste período, tende a aumentar. “Além da bebida aliada ao álcool, os foliões ficam mais de 24 horas acordados, o que também representa risco para quem vai dirigir”, comentou. Para alertar os condutores sobre os ricos, desde segunda-feira, 13, funcionários do Detran estão nas principais avenidas e cruzamentos da cidade.