Publicidade
Manaus
CRIMES

Membros da mesma família são presos por suspeita de tráfico, homicídios e roubos

Dois adolescentes também foram apreendidos durante a operação DNA que foi deflagrada em Iranduba e em Manaus na manhã desta segunda-feira (20) 20/11/2017 às 11:22 - Atualizado em 20/11/2017 às 13:06
Show pris o 33
Foto: Divulgação/PC
acritica.com Manaus (AM)

Dez pessoas de uma família conhecida como "Oncinha" foram presas na manhã desta segunda-feira (20), durante a Operação DNA, deflagrada pela Polícia Civil do Estado do Amazonas (PCAM), no município de Iranduba (distante 27 quilômetros de Manaus) e na capital. Dois adolescentes, de 15 anos e 14 anos, também foram apreendidos pela polícia.

A assessoria de comunicação da Polícia Civil informou que mandados de prisão e outros de busca e apreensão foram cumpridos durante as atividades. Conforme o delegado geral-adjunto, Antônio Chicre Neto, as investigações aconteceram durante quatro meses.

Foram presos em cumprimento a mandado de prisão no município de Iranduba: o casal Ariane Simões de Carvalho, 22, e Moisaniel da Silva Farias, 23, na casa onde moravam, também foram flagranteados por tráfico de drogas, com eles foi apreendido 20 trouxinhas e um aparelho celular; Ana Carolina Sena da Silva, 23; Alex Alves da Silva, 22; Roney Ramos da Silva, 19; Rui Cleber Cavalcante dos Anjos, 43, todos presos em suas residências no bairro Alto; Reginaldo Simões de Carvalho, 33, interceptado no bairro Novo Amanhecer.

 Dois adolescentes também foram apreendidos no bairro Alto, o adolescente de 15 anos foi flagranteado por tráfico de drogas, com ele foi encontrado três porções de entorpecente e R$ 280 em espécie.

Em Manaus foram cumpridos três mandados de prisão preventiva em contra Dieison Simões de Cavalho, 27, conhecido como “Cara de Gato”; Josinei Simões de Carvalho, 30, conhecido como “Kuka”; e Warlasson Simões Souza, 28, conhecido como “Pica-Pau”.

O delegado Chicre informou que Reginaldo, Dieison, Ariane, Warlasson e Josinei são irmãos. “Cinco dos alvos presos são da mesma família. Em fevereiro de 2014, Mario Jorge Moraes de Carvalho, patriarca da “Família Oncinha”, como é conhecida no município, foi morto a pauladas por membros de uma facção criminosa rival”.

Ariane e Ana Carolina foram encaminhadas ao Centro de Detenção Provisória Feminina (CDPF). Moisaniel, Roney, Rui, Alex e Reginaldo foram encaminhados ao Centro de Detenção Provisória Masculina (CDPM), localizada Rodovia BR-174, em Manaus.

Josinei, Warlasson e Dieison já se encontram no sistema prisional. Todos estão à disposição da Justiça. O adolescente de 14 anos foi encaminha ao Centro Sócio-Educativo Dagmar Feitosa, localizado na Rua Vivaldo Lima, Alvorada 1, na Zona Centro-Oeste de Manaus, e o de 15 anos responderá em liberdade.

DNA

A operação foi coordenada pelo delegado Antônio Chicre, com apoio operacional do diretor de Departamento de Polícia do Interior (DPI), Mateus Imperatriz, além do delgado do 31º Distrito Integrado de Polícia (DIP) de Iranduba, Fábio Aly.

Cerca de 50 policiais civis participaram da operação. As ações também foram auxiliadas pelo canil da Polícia Militar do Estado do Amazonas (PMAM) e o Departamento de Investigação sobre Narcóticos (Denarc).