Publicidade
Manaus
Manaus

Dia de finados aquece comércio informal em cemitério

Ambulantes tomam a frente do Cemitério São João Batista com venda de flores e de velas na véspera do Dia de Finados 02/11/2012 às 10:42
Show 1
Ambulantes e floriculturas aproveitam o feriado para dobrar o faturamento
Luana Gomes Manaus, Am

Em meio às lágrimas pelos que morreram, há setores que “sorriem” ao se depararem com o Dia de Finados. Isto porque comerciantes de velas e de flores veem um crescimento nas vendas com a homenagem aos entes queridos. A demanda é tanta que há quem trabalhe com os produtos apenas na semana do feriado.

O autônomo José Dias Linhares, que montou sua barraca em frente ao Cemitério São João Batista, vende os produtos há doze anos, mas apenas neste período. Ele diz que volta pra casa sem nenhum dos itens, mesmo que seja necessário diminuir os preços. “A intenção é vender os produtos”, pontuou.

 Ontem, grinaldas feitas com TNT estavam ao preço de R$ 10 a R$ 40; enquanto buquês, com flores naturais, eram encontrados entre R$ 35 e R$ 40. Na Floricultura Flores e Flores, a proprietária Shirlene Alves afirmou que a data responde como a segunda melhor época de vendas para a empresa, atrás apenas do Dia das Mães.

 Por causa disso, o número de funcionários saltou de quatro para oito. Como o trabalho é feito com produto natural, os pedidos e a produção iniciaram nesta semana, mas já renderam a fabricação de pelo menos 300 coroas, com preços a partir de R$ 100. De acordo com ela, em meses “normais”, as encomendas ficam na faixa de apenas 50 coroas.

 (A íntegra deste conteúdo está disponível para assinantes digitais ou na versão impressa).