Publicidade
Manaus
Manaus

Dilma virá a Manaus em setembro para inaugurar obras

A afirmação foi feita pela própria presidente ao líder do governo no Senado, Eduardo Braga (PMDB) 16/08/2012 às 10:58
Show 1
Ideli Salvatti, Dilma e Eduardo Braga
acritica.com Manaus

A presidenta da República, Dilma Rousseff (PT) virá a Manaus no mês de setembro, em data a ser definida, para inaugurar obras executadas pelo governo federal na área de energia elétrica. A presidenta também deverá inaugurar as obras da primeira etapa do Programa 'Minha Casa Minha Vida'. A informação foi dada pela presidenta ao líder do governo no Senado, senador Eduardo Braga (PMDB/AM), em reunião realizada nesta quarta-feira (15) no Palácio do Planalto.

A Braga, Dilma disse que quer inaugurar a obra do trecho Manaus-Manacapuru do Linhão do Tucuruí, que está em fase de conclusão e deverá iniciar o funcionamento nas próximas semanas.

“Essa obra tem impacto na infraestrutura da região metropolitana de Manaus e possibilitará a implantação de polos industriais em Manacapuru, Iranduba e ao longo da rodovia AM 070, em função de que teremos energia estável e segura, ou seja,teremos segurança energética”, explicou o senador, acrescentando que foi informado pela presidenta que os trechos do Linhão entre Manaus e Silves, e entre esta cidade e o município de Nhamundá, estão adiantados e deverão ser inaugurados em breve.

Na visita a Manaus, Dilma Rousseff também irá lançar a pedra fundamental da obra da usina de energia elétrica de 600 megawatts, de ciclo combinado a gás, que será construída na capital. O senador informou que a licitação da obra está concluída, o contrato com o consórcio Andrade Gutierrez Siemens, responsável pela obra, já foi assinado e a ordem de serviço para início da construção do empreendimento já foi dada.

“Será a maior usina de gás natural do Norte-Nordeste do país. Isso vai fazer com que a gente possa, com a energia de Tucuruí e com as usinas a gás, parar de queimar óleo combustível de uma vez por todas. Isso vai reduzir a tarifa de energia elétrica em Manaus e vai dar segurança energética para a capital e para os municípios de Itacoatiara, Manacapuru, Rio Preto da Eva, Silves, Itapiranga, São Sebastião do Uatumã e Urucará”, disse.