Publicidade
Manaus
Manaus

Doença provocada por desequilíbrio no sistema imunológico, Lúpus é mais frequente nas mulheres

Quem tem entre 20 e 40 anos e pré-disposição genética pode desenvolver o problema após contato com sol 06/06/2012 às 08:10
Show 1
Manchas e lesões, em especial nas áreas expostas ao sol, são sintomas do lúpus
acritica.com ---

Mal que atinge uma a cada 2 mil pessoas, o lúpus é uma doença inflamatória crônica autoimune rara, mais frequente nas mulheres do que nos homens, provocada por um desequilíbrio do sistema imunológico.

Embora a causa do lúpus não seja conhecida, já foi comprovado que fatores genéticos, hormonais e ambientais influenciam o desenvolvimento.

De acordo com informações da Sociedade Brasileira de Reumatologia (SBR), os sintomas podem surgir após o contato com a radiação solar e infecções virais. Ela se dá de forma lenta e progressiva, levando meses, ou mais rapidamente, em algumas semanas. 

A SBR reconhece dois tipos principais de lúpus: o cutâneo, que se manifesta apenas com manchas na pele, geralmente avermelhadas ou eritematosas, principalmente nas áreas que ficam  expostas  à luz solar, como rosto, orelhas, colo e braços; e o sistêmico, no qual um ou mais órgãos internos são acometidos.

Comum no consultório dos reumatologistas, o lúpus atinge, principalmente, mulheres em idade reprodutiva, em especial aquelas entre 20 e 40 anos e, apesar de ter tratamento, em casos mais graves, pode evoluir e levar a paciente à morte.

A SBR explica que, no lúpus, a defesa imunológica se vira contra os tecidos do próprio organismo como pele, articulações, fígado, coração, pulmão, rins e cérebro. Essas múltiplas formas de manifestação clínica, às vezes, podem confundir e retardar o diagnóstico. Porém, uma vez diagnosticado e tratado, o lúpus não impede ninguém de levar uma vida normal.

De acordo com a SBR, o lúpus é uma doença grave, especialmente se houver lesão renal e lesão cerebral, mas atualmente já existem tratamentos à base de antibióticos mais modernos, que protegem contra infecções e garantem sobrevida maior para esses pacientes.

Além do tratamento com remédios, as pessoas com lúpus devem ter cuidado especial com a saúde e a alimentação, evitando também o estresse e contato com a luz solar.

Sintomas
Febre, emagrecimento, perda de apetite, fraqueza e desânimo são sintomas comuns.

Dor e manchas
Dor nas juntas, manchas na pele, inflamação da pleura e hipertensão podem surgir.

Inflamações
As manifestações clínicas mais comuns são lesões de pele e articulares, inflamação das membranas do pulmão e coração e nos rins.