Publicidade
Manaus
Manaus

Dois detentos morrem durante tentativa de fuga do Ipat, na tarde desta quinta-feira (15)

Segundo o coordenador do sistema prisional, mais de 300 presos se organizaram e tentaram fugir nesta tarde, pulando o muro do presídio, localizado no KM 8 da BR 174. Outros dois detentos ficaram feridos 15/10/2015 às 17:05
Show 1
Os dois mortos foram atingidos por disparos de arma
Fábio Oliveira Manaus (AM)

Os presidiários Daniel Castro Neves, 19, e Aslan Charles Martins Silveira, 29, foram mortos na tarde de hoje (15) durante uma tentativa de fuga em massa no Instituto Penal Antônio Trindade (Ipat), situada no KM 8, da rodovia Federal BR 174.

Anderson da Mota Fernandes, 23, e Márcio Oliveira dos Santos, 38, também foram baleados, mas sobreviveram. Segundo o major Lima Júnior, coordenador do sistema prisional, mais de 300 detentos, entre eles os feridos e mortos, se organizaram e tentaram fugir nesta tarde, pulando o muro do presídio.

Os dois feridos foram encaminhados ao HPS da Zona Norte (Foto: Euzivaldo Queiroz)

Os detentos formaram grupos e alguns deles arremessaram pedras em direção aos policiais militares que estavam na mureta de proteção. De acordo com Lima Júnior, os militares tiveram que atirar contra nos detentos para evitar a fuga em massa.

Conforme informações da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), Daniel foi atingido com um tiro no peito e morreu a caminho do hospital Delphina Aziz, enquanto Aslan morreu no pátio do presídio, após ser baleado na cabeça. O calibre da arma ainda não foi divulgado, mas suspeita-se de escopeta calibre 12, pois, segundo o major, esta é a arma que fica nas mãos dos policiais da mureta. "A PT 40 fica no coldre e a 12 na mão, mas ainda não sei confirmar qual arma eles utilizaram", disse.

Os feridos foram também para o HPS da Zona Norte. O major informou que o grupo tentou usar colchões e escalar o muro, fazendo uma escada humana. O oficial ainda irá fazer recontagem dos presos para saber se algum deles conseguiu fugir.