Publicidade
Manaus
Manaus

Doze cidades têm queda no preço da cesta básica

Apesar de a queda no custo da cesta básica em São Paulo (-3,15%) ter sido bem maior que a verificada em Porto Alegre (-1,83%), a capital paulista continuou a registrar o maior valor para o conjunto de alimentos essenciais em fevereiro: R$ 276,54, contra R$ 269,61 da cidade gaúcha 08/03/2012 às 10:52
Show 1
Nos dois primeiros meses de 2012, oito capitais registraram variação acumulada negativa no custo da cesta básica, com destaque para Vitória (-2,98%), Porto Alegre (-2,62%), Florianópolis (-2,50%) e Salvador (-2,05%). Por outro lado, João Pessoa (4,13%)
Acrítica.com Manaus

Ao contrário de janeiro quando apenas duas capitais apresentaram recuo nos preços dos produtos alimentícios essenciais, em fevereiro 12 das 17 cidades onde o DIEESE - Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos – realiza mensalmente a Pesquisa Nacional da Cesta Básica tiveram queda no preço dos itens de primeira necessidade. As reduções mais expressivas foram apuradas em Florianópolis (-5,80%), Salvador (-4,52%) e Curitiba (-4,04%). Cinco localidades registraram aumento, o principal anotado em Natal (2,14%).

Apesar de a queda no custo da cesta básica em São Paulo (-3,15%) ter sido bem maior que a verificada em Porto Alegre (-1,83%), a capital paulista continuou a registrar o maior valor para o conjunto de alimentos essenciais em fevereiro: R$ 276,54, contra R$ 269,61 da cidade gaúcha. O terceiro maior valor foi apurado em Vitória (R$ 267,19). Aracaju (R$ 188,59) continuou a apresentar o menor custo, seguido por Salvador (R$ 204,53).

Nos dois primeiros meses de 2012, oito capitais registraram variação acumulada negativa no custo da cesta básica, com destaque para Vitória (-2,98%), Porto Alegre (-2,62%), Florianópolis (-2,50%) e Salvador (-2,05%). Por outro lado, João Pessoa (4,13%),

Aracaju (3,50%) e Brasília (3,24%) apresentaram as maiores elevações, entre as nove localidades onde o acumulado é positivo.

Em doze meses – entre março de 2011 e fevereiro último – 14 capitais registraram aumento no custa cesta, com as maiores elevações apuradas em Belém (8,69%), Vitória (8,48%) e Belo Horizonte (7,16%). Três capitais apresentaram variação acumulada negativa:

Salvador (-2,81%), Natal (-1,33%) e Aracaju (-1,09%).