Publicidade
Manaus
Manaus, furto, zona norte, casal,

Duas pessoas são presas por furto de tecido para confecções

Um casal foi preso em flagrante por furto de tecidos em loja no bairro Monte das Oliveiras, zona norte de Manaus, na noite desta sexta-feira (7) às 20h por policiais do 9º Dip 07/07/2012 às 09:31
Show 1
Material furtado
Bruno Strahm ---

Antonio Nascimento de Almeida e Maria Bereneide Marques Simões foram reconhecidos por duas proprietárias de diferentes lojas de confecção de roupas. As vítimas encaminharam-se ao 9º Dip para prestar queixa, os policiais logo iniciaram as investigações.

"Uma das senhoras furtadas estava na loja de outra vítima, localizada na avenida Cosme e Ferreira, e reclamou para a mesma sobre os bens subtraídos de seu estabelecimento a alguns dias anteriores por um casal de desconhecidos. Por acaso, a dona da loja havia recebido a mesma visita horas antes neste dia (sexta-feira) e sofreu o mesmo golpe . As duas trocaram mais informações, e pela descrição de ambas concluíram se tratar das mesmas pessoas." diz o delegado do 9° Dip Gustavo Siqueira.


Antonio e Maria visitavam lojas oferecendo o mesmo material para a venda, com isso, tiravam os tecidos para confecções das sacolas. Após a recusa de compra da vítima, eles enchiam as sacolas com os tecidos da própria loja sem que a proprietária percebesse.

"Elas vieram aqui com a descrição dos autores e após uma série de investigações nós chegamos na casa do casal, que moram no próprio bairro Monte das Oliveiras, e lá encontramos todo o material furtado, demos voz de prisão, não houve resistência por parte dos dois." completa o delegado Siqueira.


Mesmo preso em flagrante junto com sua companheira, Antonio  disse ser inocente, e que este tipo de mal entendido envolvendo roupa de terceiros já aconteceu antes, mas que sempre devolveu as peças: "Nós trabalhamos com confecções, trabalhamos com venda de vestidos.Andamos por mais de trinta lojas só esta semana. A confusão aconteceu porque o material dos tecidos e a sacola são as mesmas, nos enganamos na hora de ir embora das lojas."

Por se tratar de furto qualificado envolvendo mais de uma pessoa o crime torna-se inafiençável, com pena de dois a oito anos, pela manhã eles serão encaminhados para a penitenciária Raimundo Vidal Pessoa, na avenida 7 de setembro.