Publicidade
Manaus
Manaus

Dupla faz família refém dentro de casa na Zona Leste de Manaus

A menor de idade, que é mãe do bebê de 3 meses e estava com o mesmo no colo, ficou sob a mira do revólver de um dos assaltantes que ameaçava matá-los se eles não entregassem o dinheiro e os bens da família 27/02/2013 às 10:15
Show 1
A família esteve no 30° Distrito Integrado de Polícia (DIP), mas foi informada que teria que registrar a ocorrência na Delegacia Especializada em Roubos de Veículos
Bruna Souza Manaus, AM

Uma família com seis pessoas, entre elas, um bebê de apenas 3 meses de vida, foi feita refém na manhã desta quarta-feira (27) na rua da Glória, bairro Val Paraíso, próximo ao posto de combustível Equador, na Zona Leste de Manaus. Dois homens armados abordaram a dona da casa, enquanto a mesma saía para trabalhar, por volta das 5h, e entraram na residência aprisionando todos no quarto enquanto reviravam a casa.

Durante a ação criminosa, estavam na casa além da feirante, que não quis se identificar com medo de represálias, o marido, duas filhas, uma de 19 e outra de 15 anos, o genro e um cunhado. A menor de idade, que é mãe do bebê e estava com o mesmo no colo, ficou sob a mira do revólver de um dos assaltantes que ameaçava matá-los se eles não entregassem o dinheiro e os bens da família.

O assalto durou aproximadamente 15 minutos e na ocasião foram levados cerca de R$ 600, bolsas, carteiras, documentos das vítimas e um veículo Fiat Uno, de cor vermelha, placas JWK-9464. Segundo o dono da casa, a dupla tentou levar o computador e um televisor que caíram no chão durante a fuga e foram abandonados por terem quebrado com a queda.

A família diz que esta é a primeira vez que foram assaltados em casa e diz estar com medo, pois os dois bandidos são conhecidos na área dos bairros Val Paraíso e Monte Sião. Os suspeitos ameaçaram voltar à casa para matarem todos da família, se o roubo fosse denunciado à polícia.

A feirante disse que chamou a polícia pelo telefone 190 e uma viatura foi até o local, mas não conseguiu prender os bandidos. Além disso, as vítimas estiveram no 30º Distrito Integrado de Polícia (DIP), mas foram informadas que teriam de registrar o Boletim de Ocorrência (B.O) apenas na Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (DERFV). Até o momento, a família ainda não conseguiu registrar a ocorrência.

A assessoria de imprensa da Polícia Civil do Amazonas informou que tanto no 30º DIP quanto no 13º DIP, que é responsável pela área, nenhuma família foi recebida para registrar a ocorrência de roubo com cárcere privado. A assessoria ainda salientou a importância do registro primeiramente em uma delegacia para posteriormente ser investigado por uma especializada. A polícia aguarda o registro do caso para o início da investigação.