Publicidade
Manaus
Manaus

Eduardo Braga diz que pode ficar na coordenação da bancada

Depois de dois anos à frente do grupo, Braga vai deixar o posto, embora tenha dito que se a bancada quisesse, ele continuaria como coordenador 01/02/2013 às 09:52
Show 1
Após eleição da mesa diretora da Câmara e do Senado, parlamentares do Amazonas devem escolher coordenador
Antônio Paulo ---

Umas das primeiras ações que os deputados e senadores do Amazonas vão realizar, logo após o início do ano legislativo e a eleição da mesa diretora da Câmara dos Deputados e do Senado, nesta sexta-feira (01), será a escolha do novo coordenador da bancada federal no Congresso.

Depois de dois anos à frente do grupo – quando deveria ter sido apenas um ano e recebendo mais críticas do que elogios especialmente pela falta de reuniões e trabalho coletivo – o senador Eduardo Braga (PMDB-AM) vai deixar o posto, embora tenha dito na reunião de prefeitos, vices e secretários das prefeituras municipais, ocorrida na terça-feira, em Brasília, que se a bancada quisesse, ele continuaria como coordenador.

“Essa é uma questão da bancada. Eu já falei com o governador que dei a minha contribuição, durante dois anos, mas os deputados e senadores têm que se reunir e tomar uma decisão com relação à coordenação”, declarou.

Este ano, é a vez da Câmara dos Deputados ficar com a coordenação e a vice, com um dos três senadores. Até agora, três deputados estão querendo o posto de Braga: Silas Câmara e Luiz Fernando Nicolau, ambos do PSD; e Sabino Castelo Branco (PTB-AM).

Como a coordenação da bancada vem passando pelo crivo do governador do Estado, nos últimos anos, é muito provável que fique com um dos parlamentares do Partido Social Democrata, a mesma legenda do governador Omar Aziz. Entre os oito deputados federais, quatro são do PSD. Além de Silas e Luiz Fernando (pré-candidatos à vaga de coordenador), há ainda Carlos Souza e Átila Lins.

(A íntegra deste conteúdo está disponível para assinantes digitais ou na versão impressa).