Publicidade
Manaus
Manaus

Eleições 2012: Artur está disposto a disputar com Braga

 Ex-senador afirma que será candidato no mesmo minuto que senador confirmar candidatura à Prefeitura de Manaus 13/06/2012 às 08:30
Show 1
O ex-senador Artur Neto discursa durante a homenagem ao pai dele, na Reitoria da Ufam, nos 50 anos da FUA
Lúcio Pinheiro Manaus (AM)

Pré-candidato a prefeito de Manaus, o ex-senador Artur Virgílio Neto (PSDB) afirmou, ontem, que o senador Eduardo Braga (PMDB) “é bem-vindo ao páreo”. A declaração foi dada durante evento na Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e dois dias depois de o ex-governador do Amazonas afirmar que pode, sim, largar o Senado para disputar a Prefeitura de Manaus.

Artur Neto disse que ainda consulta aliados antes de confirmar a candidatura. Mas garantiu que, se Eduardo Braga disser que é candidato, ele não hesitaria um minuto em também confirmar o nome na briga. “Acho que ele é bem-vindo ao páreo. Se de fato ele disser 'sou candidato', as minhas dúvidas acabariam agora. Sou candidato também. As minhas dúvidas acabam no mesmo minuto. Não consulto mais ninguém”, afirmou o tucano.

O ex-senador é desafeto declarado de Eduardo Braga. Nas eleições de 2010, Artur Neto declarou ter certeza de que teve a reeleição para o Senado surrupiada pela compra de votos nos no interior do Amazonas. E aponta o ex-governador como o artífice do esquema, que acabou elegendo a senadora Vanessa Grazziotin. O tucano municia o Ministério Público de supostas provas do crime, em ação que o órgão move contra Braga e Vanessa referente àquela disputa.

Mas ao ser questionado sobre o porquê de o apetite pela Prefeitura de Manaus aumentar com Eduardo Braga “no páreo”, Artur Neto não fala em revanche. Prefere, como diplomata de formação, usar da habilidade na escolha das palavras. “Entendo que a candidatura dele (Braga) engrandece o processo. Se ele vier, é certeza de um bom nível de discussões de problemas da cidade. Se todo mundo resolver, cada um, sair com suas figuras mais fortes, nós vamos ter, talvez, a mais representativa eleição da história”, declarou o ex-senador.

Na segunda-feira, ao reafirmar que não descarta ser candidato a prefeito de Manaus, Eduardo Braga disse respeitar a pré-candidatura de Artur Neto (PSDB) pela experiência política dele como prefeito da capital, deputado federal, ministro de Estado, líder partidário e tantos outros cargos no cenário nacional e local. “Não ignoro nem satirizo a candidatura do Artur (Neto)”, declarou Braga.

O papel do PMDB

Eduardo Braga afirmou em entrevista a A CRÍTICA  que depende do consenso, do diálogo e união do grupo político ao qual pertence a decisão de se lançar candidato. O ex-governador mantém o prazo do dia 30 de junho – data da convenção do PMDB – para definir o nome do partido que vai disputar a eleição ou se vai compartilhar a chapa do grupo político comandado por ele e pelo governador Omar Aziz (PSD).