Publicidade
Manaus
Manaus

Eletrobras Amazonas Energia dá informações técnicas sobre 'apagão'

Na última segunda-feira, a parlamentar enviou o documento solicitando esclarecimentos sobre a ineficiência do serviço de fornecimento de energia (pane) ocorrido nos dias 18 e 19 de março 21/03/2012 às 18:48
Show 1
Apagão em Manaus
acritica.com Manaus

Em resposta a requerimento enviado pela presidente da Comissão de Defesa do Consumidor a Câmara Municipal de Manaus, vereadora Mirtes Salles (PPL), a direção da Amazonas Energia enviou explicações técnicas sobre os últimos “apagões” ocorridos na cidade. A vereadora vai presidir audiência pública, no próximo dia 28, para debater a questão, com participação de representantes da concessionária.

Na última segunda-feira, a parlamentar enviou o documento solicitando esclarecimentos sobre a ineficiência do serviço de fornecimento de energia (pane) ocorrido nos dias 18 e 19 de março. Em resposta, o diretor-presidente da Amazonas Energia, Marcos Aurélio Madureira da
Silva, enviou as informações preliminares sobre a interrupção de energia elétrica. Segundo ele, a mesma resposta foi enviada para a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Explicações

Sobre a ocorrência do último domingo, dia 18, eles explicaram, que, “de 6h45 às 6h51 correram afundamentos da tensão do sistema provocados pelo rompimento do cabo para-raios, na terceira estrutura de 69kv da linha de transmissão que interliga as subestações Distrito Dois e Cachoeirinha – Circuito 2. Houve atuação da proteção, porém, o disjuntor 1 de 69kv da SE Distrito Dois (fonte) não abriu”.

Ainda segundo o documento, “a ocorrência provocou afundamento da tensão do sistema e desligamentos de unidades geradoras do parque térmico e, em consequência, atuação do esquema de rejeição de carga por subfrequência. O sistema sofreu perda de sincronismo e entrou em colapso, às 7h01”.

A concessionária garantiu que imediatamente iniciou os procedimentos de normalização e às 7h14h houve a energização de parte do centro da cidade. Às 8h, mais de 60% da cidade estava regularizada, e às 9h15 foi concluída a recomposição do sistema, segundo o documento assinado pelo gerente do Departamento de Operação da Distribuição, Eduardo de Xerez Vieiralves; e o diretor de Geração, Transmissão e Operação para a Capital, Tarcisio Estefano Rosa.

Quanto ao “apagão” da última segunda-feira, dia 19, a Amazonas Energia informou à presidente da Comissão de Defesa do Consumidor do Legislativo Municipal que, “às 4h05 ocorreu o desligamento da linha de transmissão 69kv, que interliga as subestações de distância (21), em ambos os terminais, em consequência de curto-circuito”.

O documento diz ainda que “a ocorrência provocou afundamento da tensão do sistema e desligamentos de unidades geradoras do parque térmico e, em consequência, atuação do esquema de rejeição de carga por subfrequência”. O sistema, então, sofreu perda de sincronismo e entrou em colapso. A concessionária justificou que às 5h17h ocorreu a energização de parte do centro da cidade e às 7h10 o sistema foi totalmente normalizado.

Para finalizar, o diretor-presidente da Amazonas Energia informou a vereadora Mirtes Salles que os técnicos da concessionária estão elaborando relatórios com maior detalhamento das causas da ocorrência de desligamento, que serão encaminhados posteriormente para a Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara.