Publicidade
Manaus
INVESTIGAÇÃO

Em Autazes, pai é preso suspeito de espancar e matar filho de 1 ano

Mãe da criança foi quem acusou Rafael Cascaz Coelho como autor do crime; ao ser preso, ele negou ter causado a morte do bebê 15/11/2017 às 17:51 - Atualizado em 16/11/2017 às 10:26
Show whatsapp image 2017 11 15 at 17.31.24
Suspeito foi preso na comunidade do Rosário, no Rio Madeira (Foto: Divulgação)
Danilo Alves Manaus

O agricultor Rafael Cascaz Coelho, 30, foi preso, na manhã desta quarta-feira, suspeito de agredir e matar o filho de um ano, no município de Autazes (distante 113 quilômetros de Manaus). Segundo informações do soldado da 1ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM) Gilmar Romero,  a mãe da criança flagrou o momento da agressão.  O suspeito negou a autoria do crime.

De acordo com Gilmar, por volta das 10h30, os policiais receberam denúncia do hospital da cidade informando que o menino Cloves Guimarães Coelho, de 1 ano, havia morrido com vários hematomas, além de apresentar afundamento de crânio e fratura no braço. A unidade hospitalar informou ainda que a mãe do menino a todo instante acusava o pai de ser o autor das agressões. A mãe deu pistas aos policiais sobre o paradeiro do suspeito. 

“Só foi possível identificar o suspeito  depois que uma equipe de PM’s, agentes da Guarda Civil e conselheiros tutelares se juntaram e foram à comunidade do Rosário, no Rio Madeira, onde conseguiram localizar o pai. Rafael foi preso, mas negou o crime”, disse.

O suspeito já havia sido preso acusado de envolvimento em um duplo homicídio na cidade, em 2011, mas foi absolvido. O homem foi levado ao 39º Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde o caso foi registrado.