Publicidade
Manaus
Manaus

Em família: mulher mata ex-cunhado depois de tentativa de estupro na Zona Norte

Homem tentou estuprar ex-cunhada e acabou morto com sete facadas depois de empreender luta corporal com a mesma 29/06/2014 às 15:38
Show 1
Adauto estava separado da irmã de Hélida há seis meses
Lucas Jardim* Manaus (AM)

Um conto de sangue teve lugar na rua Artemísia (antiga São Paulo), bairro Novo Israel, Zona Norte de Manaus: Adauto Bento da Silva Filho, 31, rumou para a casa de sua ex-cunhada, Hélida Gonçalves dos Santos, 29, localizada na citada rua por volta das 5h deste domingo (29).

De acordo com a Polícia, uma vez lá, Adauto pulou o muro, invadiu a casa e partiu para cima da ex-cunhada com uma faca, com a intenção de estuprá-la. Ele tava encapuzado, mas ela conseguiu puxar o capuz e o reconhecer.

O marido da mulher, Carlos Reis Cardoso, 31, que trabalha como vigilante, chegou do serviço bem na hora e tentou separar os dois, mas Adauto esfaqueou-o na costela. Hélida aproveitou o momento para se desvencilhar e se armar também com uma faca. Ela desferiu seis golpes nas costas e um no braço de Adauto, que foi a óbito no local.

O casal foi ao 18º Distrito Integrado de Polícia (DIP) para relatar o ocorrido. Policiais da 18ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) foram, então, à casa de Hélida e constataram os indícios de veracidade do relato do casal. Adauto foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) e Carlos foi levado para tratamento em um hospital da rede pública.

Por ter se apresentado espontaneamente após os fatos e pela situação apresentar indícios de legítima defesa, Hélida responderá pelo crime de homicídio em liberdade.

*com informações da repórter Perla Soares