Publicidade
Manaus
Manaus

Em Maio começa a 2º etapa da reforma do Aeroporto Internacional Eduardo Gomes

Deputados estaduais participam nesta segunda-feira (02) da inspeção sobre como está o andamento das obras no aeroporto. Segundo informações da Superintendência da Infraero, até o final deste ano mais de 50% da reforma no Eduardo Gomes estará concluída 02/04/2012 às 17:49
Show 1
Aeroporto Eduardo Gomes em reforma recebe visita de deputados
acritica.com Manaus

O superintendente regional da Empresa Brasileira de Infra-estrutura Aeroportuária (Infraero), Rubem Lima Ferreira informa que a primeira etapa da reforma e ampliação do Aeroporto Internacional Eduardo Gomes (AIEG) está sendo finalizada, e que a partir de maio será iniciada a segunda fase da obra. Segundo ele, ao final da segunda etapa, que deve acontecer no fim do ano, mais de 50% da reforma estará concluída.

As informações da situação do aeroporto Eduardo Gomes foram repassadas aos deputados estaduais Sidney Leite (DEM), Marcelo Ramos (PSB), Marcos Rotta (PMDB) e Tony Medeiros (PSL) que participaram de uma visita de inspeção, no aeroporto na manhã desta segunda-feira (2).

Segundo Ferreira, as obras referentes às laterais do prédio, onde ficarão os níveis de embarque e desembarque foram os primeiros passos. “Com o período de sol, vamos iniciar a construção da área administrativa, as obras nos níveis de embarque e desembarque de passageiros e o saguão. A maior parte da obra se dará nessa próxima etapa”, explica.

O deputado Sidney Leite explicou que a visita tem como objetivo o acompanhamento, tanto dos parlamentares quanto da população, da ampliação do aeroporto. “A obra está andando dentro do previsto, porém, a nossa preocupação é que problemas que ocorrem atualmente no terminal de passageiros sejam sanados com a reforma, como por exemplo, o tempo de desembarque do passageiro, que hoje não é menor que 40 minutos”, afirma.

Os parlamentares também estiveram nos terminais de carga (TECA) do AIEG. No local, constataram que os TECAs estão operando com apenas 30% da capacidade de armazenamento. Segundo a Infraero, em março desse ano, foram processadas cerca de 5 mil toneladas, enquanto há potencial para atender até 12 mil toneladas por mês.

Sobre a obra
Segundo a Infraero, a reforma vai ampliar a capacidade de atendimento de passageiros de 6,4 milhões/ano para até 13,5 milhões/ano. A movimentação atual é de 3,2 milhões de passageiros ao ano. A área do terminal de passageiros passará de 39,48 mil metros quadrados (m²) para 166,8 mil m².

O estacionamento, que hoje conta com 772 vagas, passará a ter 2.670 vagas. Serão dois níveis no prédio – um de embarque e outro de desembarque, três escadas rolantes, 16 elevadores e 166 banheiros. As esteiras de bagagem passarão de quatro para onze. Com a reforma, o aeroporto terá capacidade de atender a população de Manaus até 2025, de acordo com a empresa.