Publicidade
Manaus
PRESIDENCIÁVEL

Em Manaus, Meirelles defende reformas e diz que só pensa em Presidência em março

Ministro da Fazenda afirmou que o Brasil vive um novo ciclo com as reformas do Governo Temer e que por agora só pensa em "garantir a economia" do País 07/12/2017 às 18:03 - Atualizado em 07/12/2017 às 18:04
Show whatsapp image 2017 12 07 at 17.48.35
(Foto: Antônio Lima)
Camila Pereira Manaus

Em visita a Manaus, o Ministro da Fazenda, Henrique Meirelles defendeu as reformas realizadas pelo Governo Federal, como meios de colaboração para o crescimento econômico do País. Além da reforma da Previdência, que o governo quer  colocar em votação ainda este ano, o ministro destacou a reforma tributária que está em elaboração.

Meirelles, apontado como um potencial presidenciável pelo PSD, partido ao qual é filiado,  palestrou para centenas de empresários sobre "A economia brasileira e desafios futuros", no auditório da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (FIEAM).

O ministro evitou falar claramente como candidato e disse que irá definir a questão dentro do tempo legal.  "Hoje, sou Ministro da Fazenda, minha dedicação é total. O prazo de decisão é março ou abril, e vou pensar nessa pergunta neste período. Penso, agora, em fazer meu trabalho e garantir a economia", afirmou ele, que chamou o momento atual de "novo ciclo".

"Sobre as reformas, o Brasil iniciou um ciclo. A próxima deverá ser a reforma tributária, para uma melhor distribuição em diversos setores. Temos a participação de parlamentares e do setor industrial", afirmou Meirelles, acrescentando que a reforma trabalhista irá gerar 6 milhões de empregos.

A respeito da reforma da Previdência, Meirelles ressaltou que todos estão sendo feitos todos os esforços para a aprovação, reunindo com parlamentares para conseguir o número necessário de votos para aprovação. "É uma evolução constante. Estamos trabalhando neste sentido".

Outra reforma defendida é a reforma tributária. "Seria uma simplificação tributária das pessoas e das empresas. Fato importante para o proximo ano e os seguintes. Não está pronta em andamento e apresentaremos na Câmara".

Zona Franca de Manaus

Meirelles ressaltou a importância da Zona Franca de Manaus para a economia brasileira. "Não há dúvida que o modelo é um modelo de sucesso que permite uma taxa de crescimento até maior que a taxa brasileira, além de ser um modelo com a floresta preservada".

Alvo de preocupação  com a perda de incentivos para a fabricação de extrato de refrigerante no Polo Industrial de Manaus (PIM), Meirelles destacou que estão sendo feitos estudos a respeito. "Trataremos de todos os temas importante. Sobre a reversão, estamos realizando os estudos com muito cuidado e carinho".