Publicidade
Manaus
Manaus

Em Manaus, moradores acusam cacique de lotear e vender área verde no conjunto Cidadão XII

Índio da etnia Kokama teria invadido terreno ao lado de conjunto habitacional do governo e estaria negociando loteamentos por R$ 4 mil, dizem moradores 07/08/2014 às 23:08
Show 1
Moradores fazem vigília no local para preservar área verde
Antônio Barros Jr Manaus,(AM)

Moradores do Conjunto Habitacional cidadão XII, localizado na zona Norte de Manaus, acusam o cacique identificado como Jair Mafra, da tribo Kokama, de lotear e vender a área verde da região.

Populares disseram ainda que na tarde desta quinta-feira (7) ele esteve no local para lotear com madeiras o espaço acompanhado de mais três pessoas.

De acordo com depoimento de vizinhos do terreno, Jair já é conhecido no bairro por negociar terrenos ilegalmente. O suposto cacique, inclusive, é ex-morador do local. “Ele já morou aqui. Invadiu um terreno, vendeu e saiu daqui. Quer fazer a mesma coisa de novo”, disse um morador que por medo de retaliações, preferiu não revelar o nome.

Outro popular, identificado como Leandro Silva, teme pela segurança do local. “Estamos pleiteando um campo nesse espaço e ele ainda quer vender o único espaço que tem”, disse ele ao informar que em outras ocasiões ele já teria agredido vizinhos do local com flechas.

A 26º Companhia Interativa Comunitária (CICOM) foi acionada e ficou em observação no local.