Publicidade
Manaus
Manaus

Em três anos, SOS Vida registra 250,7 mil remoções de pacientes

No último ano, a frota de veículos foi ampliada para 10 ambulâncias e oito vans. Atualmente, 112 servidores integram a equipe de atendimento, informa a gerente do serviço, Cristina Teixeira. 08/11/2012 às 19:19
Show 1
Atualmente, 112 servidores integram a equipe de atendimento
acritica.com Manaus (AM)

O SOS Vida, serviço de remoção de pacientes com dificuldades de locomoção e em situação de vulnerabilidade social, implantado pela Prefeitura de Manaus em 2009, completa três anos de funcionamento no próximo domingo (11) e já supera a marca de mais de 250,7 mil atendimentos.

Criado para substituir o antigo SOS Social, o SOS Vida foi implantado com uma estrutura inicial de seis ambulâncias e quatro vans, e uma equipe de 68 servidores, entre técnicos de enfermagem, condutores socorristas, assistentes sociais, administrativos e auxiliares de serviços gerais. No ano passado, a frota de veículos foi ampliada para 10 ambulâncias e oito vans. Atualmente, 112 servidores integram a equipe de atendimento, informa a gerente do serviço, Cristina Teixeira.

“Este serviço de transporte gratuito e assistido é um dos programas mais especiais executados na rede municipal de saúde. Ele assegura a um número expressivo de pacientes a possibilidade de prosseguir o tratamento”, diz o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato.

A maioria das pessoas cadastradas no programa é de pacientes que dependem de hemodiálise. Mas também são beneficiadas pessoas em tratamento de radioterapia; quimioterapia; fisioterapia; pessoas que precisam de troca de sonda e curativos constantes; entre outros procedimentos. Por mês são realizadas, em média, oito mil remoções entre os domicílios e os locais de tratamento.

Inicialmente concentrado no Complexo Assistencial Tarumã, no bairro da Praça 14, o SOS Vida começou a ser descentralizado em 2011, com o objetivo de facilitar a logística de remoção dos pacientes cadastrados no programa. Em março daquele ano, foi inaugurada uma base de atendimento no bairro da Alvorada II, zona Oeste. Em novembro, foi a vez da base do Aleixo, na zona Centro-Sul.