Publicidade
Manaus
Manaus

Em três dias, Manaustrans multou 112 motoristas que ocupavam vagas destinadas aos especiais e idosos

O  desrespeito à vaga de idoso e de pessoa com deficiência pode ser denunciado pelo telefone 0800-092-1188. Até a tarde desta quinta (19), 112 motoristas foram flagrados ocupando a vaga especial em três grandes shoppings 20/07/2012 às 07:11
Show 1
Operação do Manaustrans multa quem estaciona em local destinado a idosos e deficientes
FLORÊNCIO MESQUITA Manaus

A punição aos motoristas que ocupam vagas de estacionamento reservadas a portadores de necessidade especiais  e idosos, em centros comerciais, está sendo comemorada por entidades que defendem os direitos das pessoas com deficiência. A fiscalização é realizada desde a última segunda-feira, pelo Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização de Trânsito (Manaustrans) e será permanente.

O  desrespeito à vaga de idoso e de pessoa com deficiência pode ser denunciado pelo telefone 0800-092-1188. Até a tarde desta quinta (19), 112 motoristas foram flagrados ocupando a vaga especial em três grandes shoppings. O que concentrou o maior número de condutores usurpando vagas foi o Amazonas Shopping, na Zona Centro-Sul. Só  terça-feira, 44 motoristas foram multados. No dia seguinte, o número  passou para 43. Já no Manaus Plaza Shopping foram 14 motoristas  autuados e 11 no  Manauara Shopping.

Para o presidente da Associação dos Deficientes Físicos do Amazonas (Adefa), Isaac Benayon, a iniciativa é o começo para resgatar um direito que há anos foi dado aos deficientes e ao idoso, mas que nunca foi respeitado. Ele ressalta que o condutor que desrespeita o direito do deficiente agora vai ser obrigado a adotar outra consciência.

“Infelizmente quem é mal educado só respeita o direito da pessoa com ou sem deficiência quando sente no bolso a punição. Espero que a fiscalização continue e que o Manaustrans não tenha pena de quem sabe o que é errado, mas mesmo assim prática o erro”, disse.

Segundo o Manaustrans, a fiscalização nos estacionamentos de shopping é uma ação de rotina que está respaldada pelo Ministério Público Estadual (MPE). Em fevereiro deste ano, os próprios responsáveis pelos centros comerciais da capital firmaram um Termo de Cooperação Técnica com o poder público municipal concedendo ao Manaustrans  autonomia para fiscalizar o cumprimento das vagas especiais.

112 é o total de autuações feitas pelo Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização de Trânsito (Manaustrans) contra motoristas que ocupavam indevidamente vagas destinadas a pessoas com deficiência e idosos durante três dias.