Publicidade
Manaus
Manaus

Empresas do PIM faturaram US$ 41 bilhões em 2011

Na geração de empregos, outro recorde foi apurado: a média mensal de mão de obra chegou a 119.445 vagas, acima da média pré-crise de 2008, quando 106.914 vagas foram mantidas no PIM 29/02/2012 às 16:40
Show 1
A produção industrial amazonense, ao avançar 6,8% no quarto trimestre de 2011, mostrou ligeira redução de crescimento frente ao índice do terceiro trimestre do ano (8,4%),
acritica.com Manaus

As empresas instaladas no Polo Industrial de Manaus (PIM) faturaram, no ano passado, US$ 41 bilhões. O resultado superou em US$ 1 bilhão a meta estabelecida pela Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) para 2011 e representa o melhor desempenho já registrado desde que a autarquia começou a divulgar os indicadores do Polo. Em Real, o faturamento apresentou um crescimento de 11,24% (R$ 68,7 bilhões em 2011 contra R$ 61,8 bilhões em 2010), três vezes maior que as estimativas mais otimistas do Produto Interno Bruto (PIB) nacional.

Na geração de empregos, outro recorde foi apurado: a média mensal de mão de obra chegou a 119.445 vagas, acima da média pré-crise de 2008, quando 106.914 vagas foram mantidas no PIM.  O polo Eletroeletrônico aparece em destaque: fechou o ano com 50.028 empregos diretos, seguido pelos polos de Duas Rodas (21.120) e de Termoplásticos (11.627). “Começamos o ano com 110.437 empregos e encerramos com 120.566, um número nunca alcançado no PIM.

O mais importante, porém, é observar que, durante o ano, 61.413 pessoas foram contratadas e 44.861 foram demitidas, ou seja, surgiram mais de 16 mil novas oportunidades de emprego”, destacou o superintendente da SUFRAMA, Thomaz Nogueira. “Em 2006 tivemos um saldo positivo de pouco mais de 1,5 mil empregos. Em 2007, um ano antes dos efeitos da crise econômica mundial começarem a ser sentidos por aqui, o saldo foi de sete mil vagas. Com a crise, tivemos um saldo negativo em 2009, com 5,8 mil vagas a menos.

Os números do ano passado são históricos e teremos um grande trabalho pela frente para manter o saldo no patamar de 16 mil”, completou.

Produtos
As motocicletas, motonetas e ciclomotos foram o destaque nos indicadores quanto à produção, venda e faturamento dos produtos do Polo Industrial de Manaus. Com mais de 1,8 milhão de unidades produzidas, o subsetor de Duas Rodas faturou US$ 6,9 bilhões. Outro destaque foram os televisores com tela LCD/LED e telefones celulares  que faturaram, respectivamente, US$ 6,7 bilhões e US$ 2 bilhões.

Os celulares também figuraram entre os produtos mais exportados, com 2,8 milhões de unidades vendidas para o mercado externo. No item exportação, o destaque são os cartuchos com lâminas de barbear. O PIM exportou quase 200 milhões de unidades do produto em 2011.

Dezembro

Historicamente os meses de setembro, outubro e novembro são os de melhor desempenho no PIM, com natural “esfriamento” da produção a partir de dezembro. No ano passado, porém, alguns produtos tiveram uma produção maior no último mês do ano do que em novembro. Foi o caso dos receptores de sinal de televisão, dos rádios e aparelhos de reprodução portátil, dos condicionadores de ar de janela, das lâminas de barbear e dos aparelhos telefônicos (incluindo porteiros eletrônicos). Este último item saiu de uma produção mensal de 116,7 mil unidades em novembro para 185,9 mil no final de 2011.