Publicidade
Manaus
Manaus

Encontro aborda a infraestrutura de Manaus

Evento promovido pela Rede Calderaro de Comunicação (RCC) irá discutir vários temas concernentes ao cotidiano da cidade 17/04/2012 às 12:55
Show 1
Debatedores trataram sobre temas concernentes ao cotidiano dos manauaras
Síntia Maciel Manaus

A infraestrutura, o trânsito, a urbanização, o transporte, a geração de renda e empregos em Manaus são alguns dos temas a serem debatidos na manhã desta terça-feira (17), por empresários, jornalistas e arquitetos de Manaus, em um bate-papo promovido pela Rede Calderaro de Comunicação (RCC).

Entre os debatedores estão o arquiteto Roberto Moita; os empresários Wilson Périco, Paulo Girardi e Marco Bolognese; o escritor Gaetano Antonaccio e as jornalistas Baby Rizzato e Hemengarda Junqueira.

O mediador do encontro é o editor do Caderno Cidades, do jornal A Crítica, Gerson Severo Dantas.

As opiniões serão transformadas em um caderno especial, que sairá no jornal A Crítica, na edição da próxima quinta-feira (19).   

Centro
A degradação do Centro de Manaus, bem como probelasm de ordenamento urbano, recuperação e reordenamento de trechos das áreas comerciais foi o primeiro tema abordado pelos debatedores.

"A população deve cobrar o poder público, para que ele execute projetos de reordenamento do espaço", analisam os empresários Gaetano Antonaccio e Paulo Girardi.

Para o arquiteto Roberto Moita, o Centro de Manaus não está tão degradado, como ocorre em outras capitais brasileiras. Segundo ele, a forma como o Governo do Estado, vem revitalizando a área, a partir da Praça do Congresso, é uma solução a ser adotada, para recuperar as demair áreas do lugar.

Trânsito
O estímulo ao uso de bicicletas, seguida da constru~çao de ciclovias seria uma das alternativas, de acordo com Wilson Périco, para desafogar o trânsito da cidade.

Para o arquiteto Roberto Moita, deve haver um aumento da malha viária de Manaus. Entretanto, segundo Paulo Girardi, tal ampliação só se mostraria útil nos 30 primeiros dias de operação do sistema.

Transporte Público
"Não se resolve o problema de trânsito, se enfrenta ele com ações efetivas", observa Roberto Moita. Segundo ele, uma cidade como Manaus não pode crescer economicamente, e não investir em malha viária, em tráfego, em soluções que transformem o deslocamento urbano mais viável.

O emprego do transporte aquaviário, em Manaus, conforme Gaetano Antonaccio, seria uma alternativa para desafogar o sistema. Entretanto, segundo Roberto Moita e Marco Bolognese, os custos orçamentários poderiam comprometer a implantação de tal projeto.

Emprego e Renda
Ao contrário de outras cidades Manaus não enfrenta o problema de desemprego, devido a grande oferta de oportunidades de trabalho para várias áreas. Entretanto, a falta de mão de obra especializada é recorrente na cidade.

Para Gaetano Antonaccio, os sindicatos ao invés de se ocuparem na promoção e organização de greves, deveriam atuar na capacitação dos trabalhadores, por meio de parcerias com instituições e entidades especializadas.

Arquitetura, Urbanismo e Futuro de Manaus
O combate às ocupações irregulares de terras - que em pouco tempo são transformadas em bairros, sem a infraestrutura necessária -, é um mal que deve ser combatido com rigor e determinação, pelo poder público, na avaliação da jornalista Baby Rizzato e do arquiteto Roberto Moita.

Um trabalho de mudanças de hábitos para com a população, independente do status econômico-social, de acordo com Paulo Girardi, também irá contribiur para melhoria da qualidade de vida das pessoas, na cidade.