Publicidade
Manaus
Manaus

Enfermeiros e técnicos da FCecon ameaçam paralisar atividades

Eles ameaçam entrar em greve, caso a diretoria não melhore as condições de trabalho no hospital, que é referência no tratamento do câncer no Amazonas 22/05/2012 às 12:31
Show 1
Os profissionais da Fundação que é referência no tratamento de pacientes com câncer no Amazonas, denunciaram nessa segunda-feira (21), à reportagem do Portal acritica.com, que estão trabalhando de “forma desumana”.
JOELMA MUNIZ Manaus

Os enfermeiros e técnicos de enfermagem da Fundação Centro Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (Fcecon) prometem paralisar os atendimentos aos pacientes da Fundação caso a diretoria não atenda as reivindicações feitas pela categoria  em reunião que acontece na manhã desta terça-feira (22).

A categoria reivindica uma serie de melhorias na estrutura de trabalho, além de respeito a Leis trabalhistas, que eles garantem não estão sendo respeitadas pela diretoria do hospital.

Os profissionais da Fundação que é referência no tratamento de pacientes com câncer no Amazonas, denunciaram nessa segunda-feira (21), à reportagem do Portal acritica.com, que estão trabalhando de “forma desumana”. Dentre as reclamações estão à falta de material básico para atendimento, e sobrecarga de trabalho.

Nesta manhã cerca de 50 profissionais estão no auditório do hospital na tentativa de serem recebidos pelo diretor, que segundo eles não estaria disposto a receber as reclamações.

“Ele mandou avisar que não se reuniria conosco porque não avisamos com um ofício. Não precisa de papel para ele saber que estamos descontentes, a direção sabe das nossas necessidades, apenas não quer colaborar”, disse um técnico de enfermagem que se identificou como Pablo Azevedo.

Uma outra funcionária que não quis se identificar revelou que a categoria tem sofrido ameaças ao qual intitulou de veladas por conta da exposição negativa do hospital. “Durante a noite eles mandaram arrancar todos os informativos sobre a reunião desta manhã, eles também querem saber os nomes dos ‘descontentes’”, ressaltou.

Mas, as informações foram rebatidas pela a assessoria de imprensa da FCecon, que afirma que a diretoria está disposta a se reunir com os manifestantes, e que isso acontecerá ainda nesta terça.

Coren-AM

O Conselho Regional de Enfermagem do Amazonas (Coren-AM), promete entrar na questão. De acordo com o conselheiro tesoureiro, e chefe do departamento de fiscalização do Conselho, David Márcio de Oliveira Barreto foram enviados dois fiscais o acompanhamento da reunião que acontece nesta terça. Ele garantiu que o Coren-AM dará apoio aos profissionais.

“Estaremos acompanhando o desenrolar dos acontecimentos, daremos todo o suporte técnico e jurídico para a categoria. É lamentável se de fato a diretoria do hospital estiver cometendo de fato esses abusos”, comentou.

David Márcio marcou para a próxima segunda-feira (28), ás 15h, uma reunião na sede do Coren-AM, localizada na rua Ramos Ferreira, 1288, Centro de Manaus, onde a categoria poderá solicitar apoio jurídico, e trabalhista.