Publicidade
Manaus
Manaus

Escavadeira é ocupada por dona de casa na Zona Centro- Sul de Manaus

Máquina devia fazer, há um ano, drenagem de igarapé, mas foi desviada para outras obras 31/03/2012 às 14:56
Show 1
Dona Jacira afirma só sairá da máquina quando a Seminf resolver o problema
Maria Derzi ---

A dona de casa Jacira Lima de Almeida, moradora da rua 7 do Conjunto Barra Bela, no Parque 10, apossou-se, na manhã deste sábado (31),  de uma máquina de escavação da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) e exigiu providências sobre as obras de drenagem do Igarapé do Mindu, que causa alagações nas casas do conjunto. Jacira afirmou que só sairia da máquina  com o posicionamento da Seminf sobre a drenagem do igarapé, conforme ordem do Ministério Público Federal, de fevereiro de 2011, que determina a retirada da areia e do entulho, resultantes dos serviços de recuperação do Igarapé e de construção da ponte da Avenida das Torres. “Tá com um ano que eu estou com a ordem do MPF e Secretário Américo Gorayeb nem me recebe. Essa escavadeira está sendo usada para outros fins,  que não beneficiam os moradores.Mas dragagem que é o que a gente precisa, ele não faz”, reclamou a moradora.

Jacira disse que os esgotos estão invadindo as casas. “Só neste ano alagou 10 vezes dentro da minha casa. O problema é que o igarapé não tá dando vazão, por causa da areia que sobrou da ponte da avenida das Torres, que eles nunca retiraram do local”.

Em nota, a assessoria de imprensa da Seminf comunicou que o secretário Américo Gorayeb não estava em Manaus e que a situação será resolvida com as obras de requalificação e urbanização do Mindu, já em execução. Mas, indica que o assoreamento do igarapé é resultado de lixo. Diz ainda que não tem autorização para drenar os igarapés por conta das leis ambientais. A Seminf indica que na área da casa de Jacira  não há espaço para entrada das máquinas de  dragagem e que, para drenar o igarapé, nesse trecho, seria preciso remoção de imóveis.