Publicidade
Manaus
Manaus

Escola da Zona Centro-Oeste de Manaus exclui séries sem avisar pais e alunos

Pais e alunos temem perder ano letivo por não terem sido avisados previamente e agora não encontram vagas disponíveis 07/02/2012 às 08:24
Show 1
Decisão foi anunciada pela diretora, segundo alunos e responsáveis, durante reunião; apenas os que já cursavam vão continuar
Milton de Oliveira ---

A proibição de novas matrículas de alunos para a segunda etapa do ensino fundamental, que inclui o sexto ao nono ano, na Escola Estadual Maria Rodrigues Tapajós, situada na rua Goiânia, bairro Redenção, Zona Centro-Oeste, provocou revolta em mães de estudantes que reclamaram de que a diretoria da unidade decidiu extinguir as séries unilateralmente e sem aviso prévio a pais e alunos. De acordo com pais de alunos, a diretora teria anunciado a decisão durante uma reunião de pais de alunos. “Não ficou bem claro para nós. Até agora, não sabemos o motivo real da extinção dos cursos do ensino fundamental”, disse uma das mães, de um aluno que preferiu não ter a identidade revelada por medo de represálias ao filho. Ela teme que o filho perca o ano letivo, porque já tentou fazer a matrícula em outras unidades e não conseguiu.

 Segundo estudantes do turno matutino, que estavam ontem em frente à escola, os cursos da 6ª a 9ª série, vão aceitar somente os antigos alunos. “Já que terminamos essas séries, não haverá mais esses cursos porque nós fomos os últimos a passar por eles. E os da 5ª série deverão procurar outra escola”, disse uma aluna da escola que preferiu não se identificar. Algumas mães disseram que estiveram na Secretaria de Estado de Educação (Seduc) para saber o motivo da extinção das séries, mas não conseguiram obter respostas. A Seduc informou, ontem, em nota, que desde 2005 está organizando as escolas “conforme nível de ensino”, oferecendo turmas por segmentação. “Com o reordenamento, a escola oferecerá nos próximos anos somente o ensino médio, mas ainda contará com turmas do 7º ao 9º ano do ensino fundamental em 2012. As turmas desse segmento de ensino não foram e nem serão extintas de forma imediata”, diz a nota.

Novo destino

De acordo com mães que tentaram matricular os filhos no mês passado, foi sugerido pela direção da escola a matrícula dos alunos nas escolas estaduais Raimundo Gomes Nogueira, bairro Ajuricaba, e Tereza de Jesus Azevedo de Vasconcelos Dias, no bairro Redenção, as duas na Zona Centro-Oeste. “Essas escolas indicadas não oferecem segurança para nossos filhos. Além disso, teríamos que pagar passagens de ônibus, tendo uma escola perto”, disse uma dona de casa, sem querer se identificar. A Escola Estadual Tereza de Jesus Azevedo de Vasconcelos Dias já registrou enfrentamentos entre dois grupos de adolescentes rivais, provocando a morte de um estudante da escola em 2009.