Publicidade
Manaus
INVESTIMENTO

Ex-limpadores de para-brisa receberão cursos de capacitação do Governo do Estado

Proibidos de atuar nas ruas, eles poderão receber até R$ 5 mil de financiamento do Banco do Povo caso queiram empreender após a qualificação profissional 01/12/2017 às 16:20
Show whatsapp image 2017 12 01 at 15.56.41
Cerca de 25 ex-limpadores estiveram no lançamento do projeto (Foto: Antônio Lima)
Danilo Alves Manaus

Ex-limpadores de para-brisa terão aulas de capacitação e tem prioridade em receber até R$5 mil reais do projeto Banco do Povo caso, ao final do curso, queiram investir no próprio negócio. As informações foram divulgadas durante reunião da categoria com as secretarias estaduais do Trabalho (Setrab) e Segurança Pública (SSP-AM), além do Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam). 

O secretário de Estado do trabalho Dallas Filho contou que, ao final dos cursos, quem optar em investir no negócio, deve apresentar um plano de vendas e integrar o projeto junto ao Banco do Povo, uma parceria com a Agência de Fomento do Estaco do Amazonas (Afeam). 

“Quando o cursos acabarem, imediatamente os ex-limpadores serão inseridos no sistema de emprego, quem quiser inserir o plano pra ganhar esse investimento, tem prioridade”, explicou. 
 
Dallas Filho explicou que o processo de seleção e recrutamento dos profissionais será feita da mesma forma pelo sine Manaus. “A secretaria tem várias parcerias com empresas do Distrito e em outras áreas, que dispõem de vagas para todo o público. No entanto, o diferencial para esse público é a capacitação, já que antes eles trabalhavam em situação de risco nas ruas e não tinham essa oportunidade”, contou. 

Ao todo, 25 homens que trabalhavam como limpadores em  avenidas de Manaus e foram proibidos de trabalhar nas ruas após medida anunciada pela SSP no último dia 17 de novembro, estiveram no auditório da Delegacia Geral (DG), bairro Dom Pedro, zona centro-oeste. 

De acordo com o Diretor-Presidente do Cetam, professor Rony Siqueira, os dez cursos profissionalizantes devem ser ministrado da partir de segunda-feira (4). Serão cursos entre 80 a 160 horas. Entre as modalidades estão Barbeiro, Garçom, Agente de Portaria, Pedreiro, Pintor de Obras, Aplicação de Revestimento Cerâmicos, Confeitaria de Doces e Salgados, Panificação, Instalação e Manutenção de Condicionadores de ar e Leitura de Componentes. 

“Inicialmente vamos escolher em votação entre  os profissionais cadastrados, os dois cursos mais populares e partir de então, vamos iniciar o período de curso. O que esperamos é que esses profissionais não retornem para a realidade onde viviam. O trabalho ainda está no início e outros profissionais devem ser capacitados”.

Publicidade
Publicidade