Publicidade
Manaus
Manaus

Ex-presidiário sufoca 'colega' com mata-leão na tentativa de encerrar discussão entre vítima e vizinha

Daniel Cabral, de 25 anos, foi preso pelo homicídio de Raimundo Lima. Os dois bebiam juntos quando a vítima iniciou uma discussão com uma vizinha, quem ameaçou chamar a polícia. Para não ter problemas com os PMs, Daniel travou luta corporal com a vítima a fim de encerrar o assunto, mas acabou matando-o 25/01/2016 às 12:24
Show 1
Segundo a polícia, Daniel agiu para não ter que se envolver com a polícia, já que já respondia em liberdade ao crime de roubo. Só que, durante a briga, seu mata-leão foi fatal
Fábio Oliveira Manaus (AM)

O ex-presidiário Daniel dos Santos Cabral, de 25 anos, foi preso por policiais do 16° Distrito Integrado de Polícia (DIP), no bairro Aleixo, Zona Centro-Sul de Manaus, suspeito de ter assassinado Raimundo Valois de Lima, de 41.

De acordo com o delegado Marcelo Martins, titular do 16º DIP, a motivação foi por causa de uma discussão com a vítima. O suspeito relatou que estava bebendo com Raimundo quando o mesmo começou uma briga com a vizinha, que ameaçou chamar a polícia.

Foi quando Daniel - que já possui passagem por roubo, crime pelo qual agora responde em liberade -, para evitar que a polícia fosse ao local, acabou travando uma luta corporal com a vítima, matando o "colega" sufocado com um golpe mata-leão.