Publicidade
Manaus
Manaus

Ex-senador Arthur Virgílio e vereador Hissa Abrahão juntos na disputa pela Prefeitura de Manaus

Tanto a assessoria de Hissa Abrahão quanto o deputado estadual pelo PSDB, Arthur Bisneto, confirmaram a possibilidade 28/06/2012 às 23:45
Show 1
Hissa e Arthur devem seguir juntos nas eleições deste ano componto uma chapa única
Ana Carolina Barbosa Manaus

O vereador Hissa Abrahão (PPS) não resistiu ao assédio e sinalizou positivamente à possibilidade de ser vice na chapa majoritária encabeçada pelo ex-senador Arthur Virgílio (PSDB) na corrida pela Prefeitura de Manaus este ano. A confirmação deve ocorrer no próximo dia 30, durante convenção do Partido da Social Democracia Brasileira, que acontece às 9h, na quadra da Vitória Régia, no bairro Praça 14 de Janeiro, Zona Sul.

Conforme a assessoria do vereador, que deve se licenciar no próximo mês para se dedicar à campanha, embora ele já tenha se lançado candidato, em convenção do partido, realizada no último dia 16, sua candidatura ainda não foi homologada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM), o que garante a composição da chapa sem problemas com a legislação vigente.

Há cerca de um mês Hissa manifestou o desejo de se aproximar do PSDB em uma eventual composição à Prefeitura de Manaus. Contudo, garantiu que só aceitaria a união se encabeçasse a chapa. O PSDB, por outro lado, demonstrou interesse na união, mas descartou a hipótese de Arthur Virgílio ser o vice, já que, segundo as palavras do presidente do diretório estadual do PSDB, deputado estadual Arthur Bisneto, o ex-senador também não aceitaria outra posição senão a de candidato a prefeito.

Hoje, a situação é completamente diferente. Hissa pode aceitar ser o vice de Arthur na corrida pela prefeitura e Bisneto, que sempre reconheceu o potencial do vereador, o classifica como “uma das estrelas desta eleição”, tendo em vista a votação expressiva garantida por ele no último pleito para governador. Foram aproximadamente 138 mil votos na primeira eleição na qual ele concorreu como candidato majoritário, contanto, inclusive, com o apoio de Arthur Virgílio.

Bisneto explicou que, embora a composição esteja 99% acertada, a definição de fato deve ocorrer amanhã à noite, em reunião dos membros da legenda, horas antes da convenção. Contudo, ele adiantou que para o PSDB, não há nome melhor para compor a chapa do que o de Hissa Abrahão.

Isso porque, destacou o deputado, desde 2006 os tucanos vêm mantendo uma relação cordial e de proximidade com o PPS, por meio de seus líderes. O prazo estabelecido pela lei para o registro de candidatura é dia 5 de julho.