Publicidade
Manaus
Manaus

Falta de regulamentação faz mototaxistas se organizarem informalmente

O presidente do sindicato, Idoliel dos Santos admite que a categoria não têm qualquer tipo de autorização para a criação e o estabelecimento de pontos pela cidade, mas diz que eles precisam trabalhar, e que a falta de regulamentação sobre a questão é culpa do SMTU 26/07/2012 às 16:50
Show 1
Mototaxistas criam pontos de atendimento colados dos pontos de ônibus e taxis
Bruno Strahm Manaus

Por falta de uma regulamentação, os mototaxistas estão montando informalmente pontos próximos às paradas de ônibus e às bases dos taxistas, em Manaus. O cenário já pode ser observado em vários lugares da cidade.

Os mototaxistas estacionam as motos em cima da calçada esperando por clientes, sem qualquer metragem de distância. Estes locais foram escolhidos estrategicamente. No entanto, a essa convivência nem sempre é pacífica, e incomoda principalmente os taxistas.

Segundo o presidente do sindicato dos Taxistas de Manaus, Luiz Augusto os mototaxistas atrapalham por oferecer um serviço similar e bem próximo aos pontos de taxi regulamentados. “Eles – os mototaxistas – juntam dois ou três amigos e dizem que tem uma cooperativa. Só que eles invadem o espaço que é dos motoristas que trabalham com serviço regulamentado de rádio táxi e ficam por lá mesmo. Quem deveria ver este assunto é o SMTU (Superintendência Municipal de Transporte Urbano), mas eles não fazem nada, e não foi por falta de reclamação de nossa parte”, avalia Luiz Augusto.

De acordo com informações do Sindicato Intermunicipal de Mototaxistas do Amazonas, existem até 15 mil trabalhadores da categoria atuando em Manaus, e ainda existem 7 mil que trabalham de maneira informal, sem qualquer vínculo com o sindicato. O presidente do sindicato, Idoliel dos Santos admite que a categoria não têm qualquer tipo de autorização para a criação e o estabelecimento de pontos pela cidade, mas diz que eles precisam trabalhar, e que a falta de regulamentação sobre a questão é culpa do SMTU.

“O atual prefeito se elegeu prometendo para nós a regulamentação da atuação dos mototaxistas, mas em quatro anos ele apenas empurrou o problema com a barriga. O órgão responsável, SMTU, já se reuniu conosco e com o prefeito, mas nunca é feito nada. A cada ano o número de mototaxistas vem aumentando, só queremos trabalhar”, diz Idoliel dos Santos.

A reportagem de acrítica.com tentou entrar em contato com a SMTU, mas até agora não recebeu a resposta sobre a atuação dos mototaxistas nessas áreas.