Publicidade
Manaus
Manaus

Famílias da comunidade Arthur Bernardes receberão bens até o fim de dezembro

A secretária de Estado de Assistência Social, Regina Fernandes, informou que, até o fim de dezembro, os eletrodomésticos serão entregues. Os produtos ainda não foram distribuídos por que os fornecedores locais não estão preparados para atender a demanda. 07/12/2012 às 20:42
Show 1
Famílias receberão assitência até o final de dezembro
acritica.com Manaus (AM)

Para ajudar as famílias desabrigadas por causa do incêndio na comunidade Arthur Bernardes, no bairro São Jorge, zona Oeste de Manaus, o governador do Amazonas, Omar Aziz, disponibilizou um pacote de medidas no sentido de minimizar os prejuízos sofridos. O aluguel social, no valor de R$ 400, e o auxílio financeiro para a compra de roupas, quantia de R$ 500, foram pagos pelo Governo do Estado, no dia 30 de novembro, beneficiando as mais de 500 famílias cadastradas pela Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Seas).

Outra parte do pacote de auxílios do Governo Estadual é a doação geladeira, fogão, botijão de gás, cama, colchão, rede, televisão para as famílias. A secretária de Estado de Assistência Social, Regina Fernandes, informou que, até o fim de dezembro, os eletrodomésticos serão entregues. Os produtos ainda não foram distribuídos por que os fornecedores locais não estão preparados para atender a demanda. “O mercado local se ressente em não poder atender a solicitação do Governo do Estado em razão dos elevados quantitativos para entrega de forma emergencial e imediata dos bens às famílias vítimas do incêndio no bairro São Jorge”.

Além do fato das lojas de Manaus não estarem preparadas para atender a demanda por esses produtos, a secretária explicou que também há etapas processuais que são exigidas por Lei e que o Estado, mesmo em situação emergencial, tem de cumprir para a formalização do processo licitatório. “Isso demanda tempo, mas já está em curso, com muito empenho, tanto da Seas quanto da Comissão Geral de Licitação (CGL)”, enfatizou.

A área da comunidade Arthur Bernardes está incluída no pacote de obras do Programa Social e Ambiental dos Igarapés de Manaus (Prosamim) e o cronograma de desapropriação e indenização das residências, que estava previsto para acontecer em meados de março de 2013, será antecipado, seguindo determinação do governador Omar Aziz. Até que esse processo seja finalizado, as famílias receberão normalmente o valor do aluguel social e por um período de quatro meses ganharão cestas básicas.

O processo de indenização será feito com base no cadastro, já finalizado, feito pela Secretaria de Estado de Habitação (Suhab), que identificou mais de 2,5 mil moradias em toda a extensão do Igarapé da Cachoeira Grande, onde fica a comunidade. Para as famílias que optarem pela indenização em dinheiro, o bônus é no valor médio de R$ 35 mil por família. Outra alternativa para o morador é a aquisição direta de outro imóvel como forma de indenização. Nesse caso, o governo pagará até R$ 50 mil para imóveis totalmente regularizados. Quem morava de aluguel na área também receberá bônus do governo estadual no valor de R$ 6 mil.

Informações adicionais sobre o Prosamim Cachoeira Grande

A obra do Prosamim no São Jorge fará intervenção urbanística, saneamento básico e recuperação ambiental em toda a extensão do igarapé da Cachoeira Grande. Orçada em R$ 78 milhões, a obra vai urbanizar o trecho entre a Avenida Kako Caminha e a ponte do São Jorge, retirando 2.358 famílias cujas casas estão abaixo da cota de inundação.

O projeto prevê ainda a construção de 1,5 mil unidades habitacionais, com recursos de R$ 65 milhões disponibilizados pela Caixa via programa Minha Casa, Minha Vida. O canteiro da obra já está instalado e na comunidade Kako Caminha, cerca de 100 famílias já foram indenizadas.