Publicidade
Manaus
Manaus

Festival Folclórico em Manaus começa dia 22

Governo do Estado e Prefeitura realizam, após impasse, o 58º Festival Folclórico do Amazonas no Centro Cultural Povos da Amazônia, que deveria ter acontecido em junho 14/08/2014 às 23:41
Show 1
Imagem da 50ª edição do tradicional Festival Folclórico do Amazonas
Perla Soares ---

O 58º Festival Folclórico do Amazonas, o mais tradicional e maior evento do gênero em Manaus, está confirmado para iniciar no próximo dia 22 de agosto, e será realizado diariamente no Centro Cultural Povos da Amazônia (CCPA), na Bola da Suframa.

O evento, promovido pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado da Cultura (SEC), e pela Prefeitura Municipal de Manaus, sob a coordenação da Manauscult, vai contar com a participação de 113 grupos folclóricos que apresentarão as mais tradicionais danças folclóricas, como quadrilhas, danças regionais, tribos. Além disso, haverá a apresentação de dez bumbás divididos nas modalidades tradicional e regional, além de três bumbás master - Brilhante, Corre Campo e Garanhão. Do total, 86 na categoria ouro e 40 para a prata.

De acordo com o secretário de Estado de Cultura, Robério Braga, o festival está sendo realizado nesta data porque nem todos os grupos folclóricos participantes do evento entregaram os documentos para o patrocínio em tempo hábil. “O Governo está realizando um festival transparente e todas as decisões foram tomadas em conjunto. Não iniciaríamos as apresentações até que todas as pendências estivessem resolvidas. Agora a população e os brincantes já podem aguardar por um dos mais belos Festivais de todos os tempos”, assegurou.

Acesso

Este ano o Festival Folclórico do Amazonas conta com novidades, como o acesso e decesso em todas as categorias. As mudanças no edital foram formatadas com a participação dos representantes de todos os grupos em reuniões na sede da secretaria. A regra de acesso e decesso se aplica inclusive aos Bumbás de Manaus.

Ainda de acordo com o novo edital, o primeiro colocado na categoria prata, patrocinada pela prefeitura terá automaticamente o direito de receber o patrocínio do Estado no ano seguinte. Já os últimos colocados dentre os grupos patrocinados pela SEC na categoria ouro no próximo ano terão patrocínio municipal.  “Essas mudanças vão beneficiar significativamente o Festival, pois farão com que os grupos apresentem performances cada vez mais profissionais”, disse ele, anunciando para o ano que vem a participação dos grupos do interior.