Publicidade
Manaus
Manaus

Feto morre depois de gestante receber medicação em maternidade de Manaus

O marido de Walcirene, o padeiro Allan Delon Lima de Andrade conta que apesar da mãe sentir fortes dores, ainda não foi realizado nenhum procedimento para retirar o feto de nove meses, que está morto desde quinta-feira (10) 12/05/2012 às 14:23
Show 1
A dona de casa atendida na maternidade Balbina Mestrinho, Zona Sul, está com um feto morto dentro do organismo, desde a última quinta-feira (10)
acritica.com Manaus

A dona de casa Walcirene Coelho, 33, atendida na maternidade Balbina Mestrinho, Zona Sul, está com um feto morto dentro do organismo, desde a última quinta-feira (10). O marido de Walcirene, o padeiro Allan Delon Lima de Andrade conta que apesar da mãe sentir fortes dores, ainda não foi realizado nenhum procedimento para retirar o feto de nove meses.

“Quando chegamos na maternidade, às 2h da madrugada ela foi diagnosticada com infecção urinária e deram pra ela Buscopan. Até que uma enfermeira informou que o bebê havia morrido e não me explicou mais nada”, contou o padeiro.

A reportagem de A Crítica foi até o Hospital Maternidade Balbina Mestrinho e falou sobre o caso com a médica plantonista Lana Monteiro de Andrade. Ela disse que a gestação era de alto risco, mas não informou, em detalhes a causa da morte do feto. Ela diz que os procedimentos adotados pela maternidade estão dentro da normalidade e que a mãe é acompanhada até expelir o feto. “A via preferencial é o parto normal, para evitar problemas de infecção. Se depois de 72h, os procedimentos não surtirem efeito e não for possível o parto normal, faremos uma cesariana”,disse..

“A minha maior preocupação agora é a vida da  minha mulher, que continua internada na maternidade esperando pela hora do parto. Me disseram que vão esperar ela ter as dores naturais para realizar, mas estou preocupado ela está muito inchada e reclamando de dores no corpo”, completou Allan Delon.